Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Qual é a verdadeira vocação turística de Guarapari, hoje?

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 20 de setembro de 2020 às 09:00
Atualizado em 21 de setembro de 2020 às 14:35

Anúncio

Antônio Ribeiro (*)

Praia do Morro. Foto: Arquivo Folhaonline.es

São quatro os grandes grupos de público que concorrem anualmente à Cidade Saúde: turistas, banhistas, duristas ou investidores e quatro as grandes praias ou áreas para recebê-los: Praias do Centro, Praia do Morro, Setiba e Enseada Azul.

O Centro é mais procurado por turistas, pela história, atrativos antigos, estrutura própria à terceira idade e inclusive pela Praia da Areia Preta, que no passado era a grande atração, pelas areias monazíticas e sombra da Castanheiras.

A Praia do Morro para os que vem em busca de muito sol, bebida farta e muito espaço, inclusive para vários esportes, apropriada pelos seus três quilômetros de extensão e muita areia para caminhar, pedalar ou só para ficar.

Setiba e Santa Mônica são mais procuradas pelos que vem passar o dia, muitos de ônibus, vans ou grupos de famílias, pelo tipo de praia e possibilidades para ter um custo menor e aproveitar a vontade, sem gastar muito.

Enseada Azul, com suas três lindas praias que compõem a Nova Guarapari são mais buscadas atualmente por quem pensa em investir aqui, comprando apartamento ou casas em condomínio, permanecendo mais tempo.

Meaipe, pelo estreitamento da areia, perda das castanheiras e preços dos restaurantes é atualmente destino dos que mais buscam shows e permanecem o tempo dos shows ou de degustação da moqueca capixaba.

Certo mesmo é o fato de ser difícil encontrar toda esta variedade de opções num mesmo município, satisfazendo a diferentes interesses e bolsos, como acontece em Guarapari no verão, já a algum tempo.

Ideal seria que cada setor identificasse as tendências de público, que procuram a sua praia e adequasse corretamente o seu negócio, para atender mais e melhor, gerando melhores resultados.

Haveria assim mais satisfação dos que visitam e melhor faturamento financeiro em retorno para o capital aqui investido, que em última análise é princípio de marketing para um bom negócio.

Toda a infraestrutura da cidade, que também atende necessidades indiretas dos bairros, adequada nestes critérios, teria maior e melhor retorno neste curto espaço de tempo.

As políticas públicas da cidade também deveriam se nortear por estes princípios, definindo necessidades de cada região da cidade, pelos diferentes públicos.

E este tempo é bom para as reflexões neste sentido!

(*) Autor do Guia de Férias, Feriados e Feriadões

Anúncio

Anúncio

Veja também

carteiras_aulas_escolas_guarapari_educação

Escolas Municipais de Guarapari retomam aulas presenciais na segunda-feira (01)

Retorno será gradual, por revezamento e em etapas, sempre condicionado à classificação do município no Mapa de Risco do Governo do Estado

corona

223 mortos e quase 9.200 contaminados pela Covid-19 em Guarapari

Anúncio

Anúncio

br-eco-101

Trecho da BR-101 entre Guarapari e Anchieta tem nova interdição para detonação de rocha

Durante a ação, o trecho seguirá totalmente bloqueado por cerca de uma hora em ambos sentidos

familia_agata_cardoso

Família de Guarapari realiza rifa para custear tratamento da jovem Ágata Cardoso

Para dar seguimento ao tratamento, Ágata precisa realizar um exame que custa R$4.500

Anúncio

assalto igreja6

Paróquia Nossa Senhora da Conceição é assaltada em Guarapari

Garota é condenada por criar grupo de ofensas no WhatsApp

Wi-fi gratuito em diversos pontos da cidade promove o acesso à internet em Alfredo Chaves

Anúncio