Anúncio

Rebocador afunda e tripulante desaparece após acidente em Guarapari

Outros dois tripulantes que estavam na embarcação foram encontrados e resgatados na tarde dessa segunda-feira (02)

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 3 de novembro de 2020 às 12:08
Atualizado em 4 de novembro de 2020 às 11:12

Anúncio

Eric Barcelos Rangel, chefe de máquinas do rebocador, continua desaparecido. Foto: Reprodução.

Um barco rebocador, que seguia para o Rio de Janeiro, afundou na altura de Guarapari no último domingo (01). Após o acidente, um dos tripulantes desapareceu e buscas seguem sendo realizadas.

De acordo com informações de familiares, Eric Barcelos Rangel, chefe de máquinas do rebocador, deveria ter chegado juntamente com os outros tripulantes por volta das 2h na madrugada de segunda-feira (02). Como eles não chegaram, foi constatado que a embarcação teria naufragado.

Buscas começaram e dois dos tripulantes foram localizados e resgatados no início da noite de segunda. Eric permanece desaparecido. Ainda não se sabe o motivo de a embarcação ter afundado. 

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 1° Distrito Naval, informou que tomou conhecimento, no dia 2 de novembro, de que o Serviço de Busca e Salvamento (SAR) foi acionado e militares da CPES realizaram buscas nas proximidades das Três Ilhas, onde foi realizado o último contato, mas não obtiveram sucesso. O Navio-Patrulha “Macaé” e uma aeronave Sea Hawk (SH-16), sediados no Rio de Janeiro e em São Pedro d’Aldeia, respectivamente, também foram movimentados para a área de buscas.

As duas pessoas resgatadas foram confirmadas como tripulantes do rebocador. Eles informaram quea embarcação naufragou nas proximidades da Ilha Escalvada. A Marinha do Brasil permanece com as equipes de buscas e salvamento ao tripulante desaparecido, empregando uma aeronave, o Navio-Patrulha Macaé e duas embarcações da CPES. A partir desta terça-feira, uma aeronave do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (NOTAer/SCM-ES) também presta importante auxílio às buscas.

A Marinha informou ainda que foi instaurado o Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) para apurar as circunstâncias do acidente. Após sua conclusão e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação e dará vista à Procuradoria Especial da Marinha, para que adote as medidas necessárias.

*Com informações da TV Vitória/RecordTV

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

centro-pop-oficina-de-artesanato-2021-07-31

Oficina ensina artesanato para pessoas em situação de rua no Centro Pop de Guarapari

esportes-investimentos-2021-07-31

Estado anuncia cerca de R$160 milhões de investimentos na área dos Esportes

Anúncio

Anúncio

jornais-pixabay-midia-2021-07-30

Artigo: TV, rádio, jornal e revista local para fugir da terrível depressão mundial

Guarapari vai sediar retomada dos Jogos Escolares do Espírito Santo em setembro

De acordo com Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, evento deve contar apenas com municípios campeões das últimas etapas realizadas em 2019

Anúncio

artigo-2-2021-07-30-1

Artigo: danos morais no Direito do Trabalho

cover-painel-covid-19-julho01

Guarapari teve 12 óbitos e 460 novos casos de Covid-19 em julho

Números apresentam queda, em relação ao mês anterior

Anúncio