Anúncio

Retorno da Samarco: Empresas criam expectativas de novas demandas e contratações em Anchieta e região

Por Aline Couto

Publicado em 31 de janeiro de 2020 às 11:18
Atualizado em 31 de janeiro de 2020 às 11:26

Anúncio

A retomada das atividades da mineradora está prevista para o segundo semestre deste ano

Foto: Arquivo Folha.

As empresas prestadoras de serviços para a Samarco aguardam com boas expectativas o retorno das atividades da mineradora, previstas para o segundo semestre de 2020. Com a possibilidade de novos contratos, aumentando assim a demanda de serviços, haverá necessidade de mais funcionários. A partir desse cenário, a economia tende a girar ainda mais em Anchieta, Guarapari e outras cidades do entorno.  A mineradora teve as atividades paralisadas após a suspensão das licenças, por causa do rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana, Minas Gerais, no ano de 2015.

No ano passado, o prefeito de Anchieta, Fabrício Petri, se reuniu com Rodrigo Vilela, presidente da Samarco, e entregou um documento, preparado após reunião com empresários locais e do entorno, com pedidos para priorizar oportunidades de emprego aos moradores de Anchieta e região e contratação de empresas prestadoras de serviços da cidade e municípios vizinhos. Na ocasião, Vilela disse que os pleitos apresentados vão ao encontro dos interesses da empresa.

Segundo Antônio Carlos Caiado, representante do Grupo Ata de Anchieta, que esteve presente na reunião e presta serviços para a Samarco, cerca de sete empresas localizadas em Anchieta e em torno de três em Guarapari desenvolveram, ao longo dos anos, a expertise para oferecer serviços de alto nível nas áreas industriais como construção civil, metalmecânica e elétrica. “As empresas possuem mão de obra qualificada e prestação de serviços altamente especializados e técnicos, beneficiando toda economia que gira em torno dessas atividades”, disse.

Encontro entre os empresários da região e Fabrício Petri. Foto: Divulgação/PMA

Caiado, que trabalha no ramo da construção civil e metalmecânica, contou que desde 2019 está com 40 novos funcionários, para a reforma do píer em Anchieta, em função do retorno dos trabalhos da mineradora. “Cada nova demanda que entrar, vamos precisar de novos profissionais”. Assim também espera Vinícius Del Pupo, representante da empresa de metalmecânica Del Pupo em Guarapari. “Fazemos serviços externos, fabricamos peças que são fornecidas a Samarco. Estamos pleiteando mais serviços com a retomada e consequentemente mais contratações serão necessárias. Não tem como precisar a quantidade, vai de acordo com a demanda. Podemos contratar dois ou 30 profissionais”, explicou.

A retomada dos trabalhos na Samarco foi anunciada, em outubro do ano passado, após a Câmara de Atividades Minerárias do Conselho Estadual de Políticas Ambientais de Minas Gerais (Copam) aprovar a Licença Operacional Corretiva (LOC), que era uma das etapas necessárias para o retorno das atividades. A previsão de retorno da empresa é com cerca de 30% das atividades funcionando.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

centro-pop-oficina-de-artesanato-2021-07-31

Oficina ensina artesanato para pessoas em situação de rua no Centro Pop de Guarapari

esportes-investimentos-2021-07-31

Estado anuncia cerca de R$160 milhões de investimentos na área dos Esportes

Anúncio

Anúncio

jornais-pixabay-midia-2021-07-30

Artigo: TV, rádio, jornal e revista local para fugir da terrível depressão mundial

Guarapari vai sediar retomada dos Jogos Escolares do Espírito Santo em setembro

De acordo com Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, evento deve contar apenas com municípios campeões das últimas etapas realizadas em 2019

Anúncio

artigo-2-2021-07-30-1

Artigo: danos morais no Direito do Trabalho

cover-painel-covid-19-julho01

Guarapari teve 12 óbitos e 460 novos casos de Covid-19 em julho

Números apresentam queda, em relação ao mês anterior

Anúncio