Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. 

Rotativo: será que emplaca?

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 24 de janeiro de 2021 às 09:00
Atualizado em 25 de janeiro de 2021 às 14:17

Anúncio

Rotativo: será que emplaca?
Fotos: Antônio Ribeiro

Quem anda pelas ruas do Centro e da Praia do Morro está percebendo que agora não só tem vagas, mesmo na temporada alta, como também tem placas do estacionamento regulamentado, o rotativo, na maioria das ruas.

A nova empresa e o novo sistema estão começando, ainda com a maioria dos operadores bem identificados, em treinamento. Com certeza, o serviço tende a melhorar e facilitar a vida de quem tem afazeres.

Rotativo: será que emplaca?

Esta proposta de estacionamento rotativo é por princípio mais democrática: onde alguns estacionam menos, todos os demais podem estacionar mais, mais vezes, sem ter que dar tantas voltas para encontrar uma vaga.

Outro bom argumento é que traz junto uma possibilidade de resolver o problema das motos, que estacionam nas vagas para autos e as inviabilizam, já que agora, as motos tem vagas definidas e controladas pelos operadores.

Rotativo: será que emplaca?

As ruas onde é preciso pagar para estacionar estão já identificadas com novas placas, em duas categorias: a azul e a vermelha, esta para as praias, com diferença de horário para melhor atender os turistas e banhistas.

Rotativo: será que emplaca?

Agora para se estacionar em Guarapari, tem que ter o aplicativo e escolher o tempo previsto de ocupação da vaga, que pode uma vez ser ampliada, podendo chegar ao máximo de quatro horas ou trinta minutos.

Quem ainda não tem o aplicativo pode baixar grátis ou com ajuda dos operadores, que já lhe venderão os créditos. Dúvidas ou orientações podem ser atendidas no zap 019.99846.7801 ou 0800.6727260 ou rizzoparking.com.br

Rotativo: será que emplaca?

Os operadores serão também uma ajuda para diminuir roubos e furtos, pela simples presença nas ruas e até para ajudar os motoristas mais esquecidos, que ao deixar o carro aberto serão alertados pelos operadores, que tem seu contato.

O rotativo vai começar a ser levado mais a sério, como sempre acontece no Brasil, quando começarem a vir as multas. Aí a maioria passará a cuidar mais, por atingir diretamente o bolso e por ver as vantagens coletivas.

Nas multas que serão aplicadas pela Prefeitura, haverá fotos da infração, bem como dados do local e modalidade do fato que gerou a multa, tornando o sistema mais efetivo e confiável, para todos os envolvidos.

Será também mais uma oportunidade para resolver casos de carros abandonados, por ficarem ocupando as vagas o tempo todo, algumas vezes até facilitando encontrar o dono, pela comunicação do fato.

Também permitirá resolver o problema com a falta de vagas gerado por reboques, carretas e vans que ficam paradas o tempo todo nas vagas, que na maioria dos casos, são  as mais desejadas. Tendo que pagar, elas aumentarão.

Rotativo: será que emplaca?

Os valores do rotativo são em média, menos da metade do que cobram os estacionamentos, só que com mais lugares a estacionar. Alguns irão voltar ao hábito saudável de vir a pé ou combinar carona, que foi o princípio do desenvolvimento do sistema Uber.

Tomara que o percentual que fica para a Prefeitura, deixe boa receita para ser aplicada em melhorias que beneficiem a cidade e o cidadão. Por falar em melhorias, é preciso melhorar a pintura de identificação das vagas, melhor sendo por conta da empresa concessionária.

Rotativo: será que emplaca?

Obedecer a legislação e viver em sociedade com leis que beneficiem a todos é coisa de cidade desenvolvida ou em desenvolvimento!

Antônio Ribeiro é Administrador pelo Mackenzie, e Especialista em Marketing pela PUC com MBA pela FGV.

Contato: [email protected]

Mais de Antônio Ribeiro

coluna-antonio-07ago

Coluna Dom Antônio: Aos 94 anos, Iris ora, pinta e borda todo dia. Vaidosa, parece não ter chegado aos 80!

Artigo-Antonio-31jul

A importância da construção civil no incrível crescimento de Guarapari

Artigo-antonio-transporte

Artigo: Soluções alternativas à crise do transporte coletivo em Guarapari

WhatsApp-Image-2022-07-15-at-10.19.55-1

Artigo: Ciclistas e similares da linda Praia do Morro também precisam de educação para transitar

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

postnatal-period-with-mother-breastfeeding-child

Guarapari inicia a campanha ‘Agosto Dourado’

curso-profissionalizantes-qualificar-es-2021-07-01

Prefeitura de Guarapari abre inscrições para curso de Técnicas para Guiamento em Atrativos Naturais

Anúncio

Anúncio

coluna-antonio-07ago

Coluna Dom Antônio: Aos 94 anos, Iris ora, pinta e borda todo dia. Vaidosa, parece não ter chegado aos 80!

WhatsApp-Image-2022-07-19-at-15.08.41

Guarapari: bancas do Centro retornam ao local após o fim do Esquina da Cultura

Anúncio

Imagem-art.-JS-1

Artigo: Os prints de WhatsApp podem ser usados como no processo penal?

pmg-golpe-procon

Procon de Guarapari alerta sobre golpes na devolução de empréstimos bancários indevidos

Anúncio