Anúncio

Servidores públicos municipais ficam sem vale alimentação em 2011

Por Glenda Machado

Publicado em 10 de novembro de 2010 às 00:00
Atualizado em 22 de novembro de 2016 às 20:57

Anúncio

Os servidores públicos municipais estão em constante luta por condições dignas de trabalho. Depois das reivindicações quanto ao reajuste salarial, agora é a vez do vale alimentação. O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público de Guarapari (Sintrag) afirma que as negociações já duram cerca de dois anos e a administração pública municipal não incluiu o tíquete no orçamento de 2011. Como havia sido combinado com o prefeito, Edson Magalhães.
Em Guarapari, a base atual do piso salarial do funcionário público é de R$ 630,00. A classe pleiteia o vale alimentação no valor de R$ 250,00. “O prefeito nos garantiu que entraria no orçamento de 2011. Mas agora não quer honrar com o compromisso e diz que vai estudar a possibilidade de entrar na folha de 2012. E por quê? Porque será ano eleitoral”, destaca a presidente do Sintrag, Rosemary Abud.
Os servidores estiveram em reunião com os vereadores na Câmara Municipal. O objetivo da assembleia era obter o apoio dos parlamentares para o recebimento do tíquete a partir do próximo ano. Mas parece que não surtiu efeito. Segundo a presidente, os vereadores se reuniram com o prefeito que disse que não tem como incluir na folha do próximo ano porque já estourou o orçamento com as obras que estão sendo realizadas em sua gestão.
Dito e feito. O orçamento foi divulgado sem a inclusão do vale. “A gente entende que as obras são importantes para a população, mas como fica a valorização do servidor público? Se ele teve reajuste sob o argumento de que tinha direito a um salário digno, porque nós não temos esse direito? Quero ver ele viver com R$ 630,00. Ninguém vive sem dinheiro. O prefeito está no descrédito com os servidores públicos”, enfatiza.
O prefeito e os secretários receberam aumento salarial mediante a lei municipal nº. 2.992. Desde julho do ano passado, o vencimento do chefe do executivo passou de R$ 7,2 mil para R$ 12,3 mil. Já os secretários passaram a receber 5,4 mil. Antes, eles ganhavam R$ 3,6 mil. O vice-prefeito também foi beneficiado com aumento salarial sob a lei municipal n.º 3072/2009. Edvaldo Gomes passou a ganhar R$ 6,3 mil. Seu salário era de R$ 3,6 mil.
“Até o vice teve reajuste e ninguém nunca viu nem ouviu falar. Nem quando o prefeito viaja a trabalho, ele aparece. Será que esses aumentos não impactaram a folha? A administração municipal está com descaso com os servidores públicos, é uma falta de respeito!”, diz. Outro dado relevante dentro deste contexto é que os vereadores recebem verbas indenizatórias para cobrir gastos com alimentação no valor de até R$ 600,00.
E os parlamentares só têm duas reuniões semanais, sendo uma no final da tarde. Além do salário mensal de R$ 3,6 mil. Agora, a categoria vai se reunir em assembleia para definirem as próximas ações. A Redação do Jornal Folha da Cidade tentou contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Guarapari e Câmara de Vereadores, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

mathilde-exposicao-ftografica-2021-07-27

Alfredo Chaves: resistência é tema de exposição fotográfica na Estação de Mathilde

Julio-Joaquim-folhaonline-27-e-29Jul-2

Edital de Citação – Imóvel Usucapiendo

Anúncio

Anúncio

Área Condados

Desmatamento em Guarapari é denunciado; prefeitura informa que local tem autorização do Idaf

lei_de_incentivos_fiscais-2021-07-27-2

Nova lei de incentivos fiscais busca atrair novos olhares para economia de Anchieta

Anúncio

Meaípe

Início da recuperação da orla de Meaípe e da ES 060 está previsto para os próximos dias em Guarapari

Representantes do Governo do ES visitaram o bairro na última sexta-feira (23) e anunciaram que os serviços na região devem começar em alguns dias

mutirao3_instituto_amar-2021-07-26

Mutirão removeu cerca de uma tonelada de plástico entre praias de Guarapari

Anúncio