Anúncio

‘Só tenho a agradecer’, diz esposa de tripulante desaparecido em Guarapari a equipes que ajudam nas buscas

Helicópteros e embarcações da Marinha também procuram por Eric Barcelos Rangel, de 57 anos

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 4 de novembro de 2020 às 17:00
Atualizado em 5 de novembro de 2020 às 16:01

Anúncio

Foto: Reprodução TV Vitória

As buscas pelo tripulante de uma embarcação que naufragou no litoral de Guarapari, no último final de semana, continuam nesta quarta-feira (04). A Marinha informou que quatro embarcações e um helicóptero participam da operação que procura por Eric Barcelos Rangel, de 57 anos. 

A família tem esperança de receber boas notícias. A esposa do chefe dos tripulantes que está desaparecido, Rosângela Barcelos Rangel, conta que o marido não queria ir na viagem. “Ligaram para ele para fazer a viagem, mas ele não queria ir. O Eric tem um grande defeito: um coração enorme e não saber dizer não”, contou. 

Foto: Reprodução

Amigos e colegas de trabalhado de Eric também estão ajudando nas buscas. “É uma equipe que se prontificou em busca do amigo. Só tenho a agradecer o que eles estão fazem por mim e pelo Eric”, afirmou Rosangela. 

A embarcação havia partido do Porto de Vitória na manhã de domingo (01) e deveria ter chegado ao Porto de Açu, no Rio de Janeiro, na madrugada de segunda-feira (02). 

O Ministério Público do Trabalho vai investigar se houve descumprimento de normas de segurança e se isso pode ter contribuído para o naufrágio. A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Espírito Santo, informou que também instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias do incidente.

A empresa responsável pela embarcação informou que vai ouvir os tripulantes e que, no último contato com a equipe antes do naufrágio, nenhum problema havia sido relatado.

Na última segunda-feira (02), dois tripulantes que estavam com Erick foram resgatados. Eles estão internados no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória. O quadro de saúde deles é estável. 

Em casa, a companheira de Erick há 30 anos, fica o tempo todo ao lado do telefone a espera de notícias do marido. “Eu creio por causa do meu neto. Eu sei que está se fortalecendo por conta dele”, disse. 

  • Com informações do repórter Lucas Pisa, da TV Vitória/Record TV

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

arena-vila-anchieta-esportes-beach-soccer

Anchieta recebe etapa de Campeonato Brasileiro de Beach Soccer

Evento começa nesta terça-feira (19)

Pitaya Marina

Chácara de Guarapari inova e pode produzir Pitaya durante todo ano

Tecnologia originária da África proporciona iluminação própria e a fruta pode ser produzida em qualquer mês do ano

Anúncio

Anúncio

artigo-AR-Dino-2021-10-15-1

Artigo: mega empresário Dino Simões Pádua, verdadeiro cidadão guarapariense

chuva

Instituto alerta para chuvas fortes em Guarapari

Anúncio

rescisao-indireta-artigo-direito-taina-morosini

Artigo: rescisão indireta do contrato de trabalho; O que é e quando pode ser aplicada?

pfizer

Guarapari realiza vacinação sem agendamento para segunda dose de vacina da Pfizer na segunda-feira (18)

Anúncio