Anúncio

Talentos da música de Guarapari promovem lives durante a pandemia

Com as agendas canceladas e a fonte de renda comprometida, os artistas têm usados as redes sociais como vitrine para o próprio trabalho

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 25 de junho de 2020 às 19:21
Atualizado em 26 de junho de 2020 às 19:01

Anúncio

Álice Simões. Foto: Arquivo Pessoal

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), inúmeros profissionais tiveram a fonte de renda comprometida. Essa é uma realidade para a DJ Álice Simões e os cantores Yuri Dias e Marlon Franco, jovens talentos do cenário musical de Guarapari que tiveram as agendas canceladas durante o período de isolamento social e encontraram nas redes sociais alternativas para continuarem expondo o próprio trabalho. 

Álice Simões, de 21 anos, é DJ profissional há três anos e conta que, antes disso, dividia-se entre a música e os estudos. A jovem, que almejava ser médica, optou por seguir a carreira musical por encontrar no trabalho realização e sossego. “Eu sofro de ansiedade e os estudos para a medicina me geravam muito estresse psicológico. Quando eu me apresentava, todos os meus problemas iam embora. A música é o meu remédio”.

Álice Simões. Foto: Arquivo Pessoal

Segundo ela, apresentar-se na Equilibrium Festival, a principal festa de música eletrônica do Espírito Santo, em junho de 2018, foi um grande divisor de águas. “Assim que fui anunciada, choveu contratantes querendo fechar data comigo em Vitória, Vila Velha e Cachoeiro!”, relata. Desde então, a carreira da artista ia a todo vapor. Antes da pandemia, Álice tinha apresentações agendadas dentro e fora do Estado. No entanto, foi preciso adaptar-se. Para continuar expondo seu trabalho durante esse período, a DJ vem realizando lives. A última, gravada no Pontal de Ubu, conta com mais de 800 visualizações. No dia 18 de julho, irá ao ar mais uma apresentação, dessa vez filmada no Parque Natural Municipal Morro da Pescaria.

Yuri Dias, de 23 anos, também vem realizando transmissões ao vivo nas redes sociais a fim de evidenciar o próprio trabalho. O cantor tinha expectativas de lançar um EP no primeiro semestre deste ano, mas teve que adiar os planos. O jovem, que também é professor de música e canto, viu ambas as fontes de renda serem afetadas durante a pandemia. “Os espaços em que me apresentava tiveram que fechar e eu estava entrando no ramo de cerimônias, mas os casamentos que tinha na agenda ou foram cancelados ou adiados”, relata. Além disso, conta que, embora tenha migrado as aulas para o meio digital, lecionando por meio de videoconferências, alguns alunos preferiram não manter o serviço e aguardar até que tudo se normalize para retomarem as aulas. 

Yuri Dias. Foto: Arquivo Pessoal

Buscando maneiras de se manter durante a pandemia, o cantor vem realizando semanalmente em seu perfil no Instagram lives com cover solidário, assim, os espectadores podem colaborar com qualquer quantia. “Essa é uma renda incerta, porque nem todo mundo consegue contribuir sempre, mas a gente consegue expor o nosso trabalho”.

Para Marlon Franco, cantor de 23 anos, o período de isolamento social também não tem sido fácil. Além dos shows que começaram a ser cancelados há três meses, no início da pandemia, o artista, que também trabalha com marketing digital para cantores, perdeu clientes. “Eu faço o trabalho de divulgação para músicos e se, assim como eu, eles não têm tido trabalhos, não têm dinheiro para contratar o meu serviço”, explica. 

Marlon Franco. Foto: Arquivo Pessoal

Apesar disso, o músico tenta enxergar o lado positivo. “Eu também sou compositor e, como tenho tido mais tempo livre, consigo compor mais durante esse período de isolamento”. Recentemente, Marlon lançou a sua terceira música autoral “Amor na Praia”, disponível em todas as plataformas digitais. “Esse é o único lado positivo desse período, como as pessoas estão em casa, é mais fácil alcançá-las pela internet”, afirma. 

O cantor realizou uma live recentemente, no dia 06 de junho, e já planeja uma próxima para o mês de julho. Enquanto a pandemia não acabar, esse é o modo que os artistas encontraram de se fazerem lembrar e divulgarem o próprio trabalho, com a expectativa de que as agendas voltem a ser preenchidas em breve. Para apoiá-los nisso, acompanhe-os nas redes sociais.

Serviço:

Álice Simões

https://www.instagram.com/alicecomacento/

Yuri Dias

https://www.instagram.com/yuridiascantor/

Marlon Franco

www.instagram.com/marlonfrancocantor

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

interior view of a steel factory,steel industry in city of China.

Sine de Anchieta tem 132 oportunidades de emprego em aberto para Guarapari e região

Sinal-Vermelho-Arte-AMB-Fonte-cnj.jus_.br_

Artigo: Sinal Vermelho – respeitar a mulher é respeitar a sociedade

Anúncio

Anúncio

vendedor-ambulante-550x367

Guarapari inicia cadastramento de ambulantes nesta segunda (29)

praia-areia-preta-areia-manazitica

Potencial da areia monázitica para a saúde e para Guarapari é tema de palestra

Anúncio

83o-MAPA-DE-RISCO-29.11-a-05.12

Todos municípios capixabas estão em risco baixo no 83º Mapa de Risco Covid-19

anuncio_vagas_concurso_PMES2

Governador anuncia mais 440 vagas em concurso da Polícia Militar do Espírito Santo

Anúncio