Anúncio

Vereadora é denunciada por prevaricação e falta de decoro em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 27 de fevereiro de 2019 às 17:17
Atualizado em 27 de fevereiro de 2019 às 18:26
Anúncio

A sessão ordinária que acontecerá amanhã (28) promete muitas reviravoltas no legislativo municipal. A vereadora Rosângela Loyola (PDT) foi denunciada por um morador de Guarapari hoje (27) pelo crime de prevaricação e falta de decoro após o áudio de uma reunião que a parlamentar participou em 2018 ter sido divulgado em veículos de comunicação.

No áudio, a vereadora afirma que alguns colegas receberam dinheiro para a votação da nova mesa diretora que aconteceu no ano passado na Câmara de Guarapari. “Para votar na mesa diretora agora, pra votar na mesa diretora, tem vereadores que recebem, tem vereadores que não é pouco, é muito; só vota a poder do dinheiro”, disse.

A vereadora foi denunciada no dia de hoje. Foto: Facebook/Câmara de Guarapari.

Rosângela também revelou que como a própria não aceitou propostas, o marido começou a recebê-las. “Meu telefone não para de tocar, fizeram proposta para meu marido, porque eu não aceitei a proposta. Vieram falar com meu marido. Pensa em uma semana tumulada. Para você levar dinheiro, para votar no outro lado, para outra pessoa ser o presidente da mesa”, disse no áudio.

Em janeiro, a vereadora falou em plenário que alguns parlamentares estavam votando contra o orçamento da forma que o prefeito queria para depois fazerem barganha com o chefe do executivo.

Durante a gravação, Loyola também fez declarações a respeito de compras que realiza para moradores “Se alguém precisa de remédio, Rosangela tá ai para ajudar, alguém tá com fome, Rosangela tá ai para ajudar, alguém precisa de levar no médico, Rosangela tá ai para levar”. 

A assessoria da Câmara foi procurada e respondeu em nota.

A Câmara Municipal de Guarapari informa que recebeu uma denúncia contra a vereadora Rosângela Loyola e seguindo o rito, o pedido foi incluído na pauta da terceira sessão ordinária de 2019, que será realizada nesta quinta-feira (28), para ser analisado pelos vereadores.

O documento está disponível no site da Câmara e pode ser baixado por qualquer cidadão. 

Entenda

Prevaricação: crime cometido por funcionário público quando, indevidamente, este retarda ou deixa de praticar ato de ofício, ou pratica-o contra disposição legal expressa, visando satisfazer interesse pessoal.

Falta de decoro: abuso das prerrogativas pelo parlamentar, percepção de vantagens indevidas e atos definidos como tal nos regimentos internos.

Denúncia

Áudio: 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Mais duas mortes causadas pelo novo Coronavírus são registradas em Guarapari

Hifa Dia das Crianças

Hifa Guarapari e grupo “Cheios da Graça” realizam ação em prol do Dia das Crianças

O objetivo é arrecadar lápis, lápis de cor, giz de cera, canetinha colorida, apontador, gibis, livrinhos passatempos de palavras cruzadas e caça palavras

Anúncio
Anúncio
Ideb-11072019

Educação de Guarapari destaca-se como melhor Ideb entre os municípios da região metropolitana

praia cheia feriado

Qual é a verdadeira vocação turística de Guarapari, hoje?

Anúncio
imagem para o artigo

Artigo: É possível realizar divórcio online?

upaa-550x413

Cidade Saúde completa 129 anos e profissionais da UPA Guarapari falam sobre enfrentamento à pandemia

Os profissionais da saúde acreditam que esse é um momento passageiro e, em breve, datas como essa poderão voltar a ser comemoradas coletivamente

Anúncio