Anúncio

Vereadores de Guarapari aprovam projetos que beneficiam servidores públicos e o Magistério

Por Sara de Oliveira

Publicado em 5 de julho de 2019 às 16:55
Atualizado em 5 de julho de 2019 às 16:55
Anúncio

Os projetos foram aprovados em uma sessão extraordinária realizada nessa quinta-feira (05) na Câmara de Guarapari.

Os dois projetos de lei foram aprovados por unanimidade pelos parlamentares. Fotos: Folha Online.

Na noite dessa quinta-feira (04) foi realizada na Câmara de Guarapari uma sessão extraordinária com o objetivo de colocar em votação dois projetos de lei de autoria do poder executivo. Um deles cria e insere o nível VII no Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Municipal, o outro trata sobre o Plano de Cargos e vencimentos dos servidores públicos. Os dois projetos foram aprovados por unanimidade pelos vereadores.

Thiago Magno, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Direta e Indireta e do Poder Legislativo de Guarapari (Sintrag) declarou que se sentiu feliz com o resultado, mesmo não sendo o maior reajuste possível. “Só gerou essa lacuna tão grande de um reajuste pro outro porque os reajustes não estavam sendo aplicados conforme a lei de data base. Como não estava acontecendo isso, houve essa desvalorização fora do comum do servidor de quase 23 %”, esclareceu.

O presidente da câmara, Ênis Gordin (PRB), agradeceu a presença dos servidores que estiveram na sessão e destacou a importância da matéria. “Os nossos funcionários públicos estavam há quase cinco anos sem receber qualquer tipo de reajuste. Esse projeto é muito importante. A gente não poderia ir pra um recesso e deixar os servidores apreensivos, sem saber se iriam receber”, afirmou.

Segundo a servidora aposentada Marcelina Goltara a aprovação dos projetos foi resultado do trabalho conjunto dos servidores e do sindicato. “Eu acho que é muito positivo, uma conquista enorme do sindicato e uma conquista dos servidores, porque isso foi votado em assembleia, não foi algo da cabeça de qualquer um, foi decidido pelo servidor”, enfatizou.

Servidores municipais marcaram presença na sessão extraordinária.

Para o vereador Thiago Paterlini (MDB) o projeto de lei do poder executivo já deveria ter sido aprovado anteriormente. “Ele está cumprindo a lei, não tá fazendo nada a mais para o servidor. Antes tarde do que nunca”, salientou. De acordo com Paterlini, os servidores de Guarapari têm que ser tratados como prioridade. “O servidor é quem toca essa máquina pública, então ele tem que ser tratado como o maior patrimônio que existe da prefeitura”, reiterou.

Segundo o vereador Marcos Grijó (PDT), mesmo sendo aprovada por unanimidade, a matéria apresentou algumas irregularidades, porém decidiram aprovar o projeto por causa dos servidores. “Nós vimos algumas fragilidades na lei, mas como há muitos anos eles não tem tido um reajuste, nós entendemos que era melhor votar essa matéria”, informou. Segundo o vereador, os parlamentares estão tomando medidas para que os servidores sejam totalmente beneficiados. “O plano de cargos e salários foi um enquadramento, ele não deu o reajuste. Nós já entramos na justiça com uma ação no ministério público, com uma representação para que ele dê o reajuste ao servidor”, enfatizou.

Paulina Aleixo (Pró), presidente da Comissão de Educação e Cultura se mostrou satisfeita com a inserção do nível VII no Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Municipal. “Eu sei que o magistério merecia muito mais, mas a gente tá feliz porque passou. Não poderíamos rejeitar o projeto. Eu como presidente da comissão de educação, sempre trabalhei pela educação, então fiquei feliz por ter passado por unanimidade”, destacou.

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Coronavírus: Guarapari registra 12º óbito e mais 10 casos da doença

A vítima fatal da doença residia no Centro

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Anúncio
Anúncio
Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari