Anúncio

A idade em Guarapari!

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 29 de outubro de 2018 às 10:44
Atualizado em 29 de outubro de 2018 às 10:44

Anúncio

Coluna Antônio Ribeiro (*)

 

No Brasil, legalmente é idoso quem tem mais de 65 anos, se bem que com jeitinho conseguiram reduzir para 60 a idade para levar vantagem, em filas, assentos e outros atendimentos.

Em consonância com a nova legislação que dá prioridade de atendimento especial aos que tem acima de 80 anos, na cidade saúde esta marca na prática reserva-se aos de mais de 85 anos bem vividos.

O primeiro caso que chamou minha atenção foi o da mãe da minha namorada, D. Zezé que desfila vigor físico e lucidez intelectual plena, do alto dos seus 88 anos, com aparência de menos de 68 anos.

O segundo vale por dois: os irmãos pescadores Darcy e Dedé, que todos os dias saem a pescar mar adentro em seu barquinho com motor de popa, sem temor algum de já terem os dois, mais de 85 anos sem aparentar.

Foto: Reprodução.

Com o tempo fui me acostumando a conhecer pessoas com mais de 85, saudáveis e felizes, a ponto de pensar em escrever um livro contando detalhes da vida longa dos habitantes da cidade e contar seus segredos.

O mais recente e impressionante, é o mais atual: o Délio, um carioca sem um quilo a mais no peso, que limpou um terreno ao lado da antiga delegacia, onde estou construindo minha casa, do outro lado.

Chega cedo, sai tarde e não para um minuto, fora o almoço e a reza do terço, uma vez por dia e outra por noite. Cortou uma árvore de grande porte em menos de quinze dias, usando somente um facão afiado.

Para carregar os grossos troncos apenas os cortava em tamanhos menores, nenhuma vez reclamando de seu peso maior. Ao final ainda se dava ao trabalho de sempre limpar tudo o que ficara no terreno.

Detalhe importante: vem a pé até o alto do Morro do Atalaia e ao meio dia, vai ao centro, onde mora, almoçar. Caminhando, outro dos seus detalhes para manter uma saúde invejável.

Detalhe do Délio: tem como Dona Zezé, 88 anos! Assim como o Darcy e o Dedé, começam com “D”. Isso precisaria ser estudado. Não o começar com “D” e sim terem mais de 85.

Um bom tema para pesquisas tipo radioatividade e saúde.

(*) Aos 65 mudou para Guarapari, justamente buscando qualidade de vida e chegar íntegro e lúcido aos 85, 88 ou mais!

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

mapa de risco-77

Confira os municípios classificados em Risco Moderado no 77° Mapa de Risco Covid-19 do ES

vacina_covid-2021-06-28

Guarapari realiza nova ação de vacinação contra Covid-19 sem agendamento para as três doses

Ação acontece neste sábado (16) para grupos específicos

Anúncio

Anúncio

educação

Municípios capixabas receberão R$ 231 mi para investimentos em educação; R$ 436 mil serão para Guarapari

Alfredo Chaves receberá mais de 2 milhões e 800 mil; Anchieta, 5 milhões e 500 mil

pmg_covid-testeantigeno

Guarapari realiza nesse sábado (16) mais uma ação de testagem da Covid-19

Anúncio

Prisão fornecedores

Polícia prende suspeitos de fornecerem maconha e haxixe para traficante de Guarapari

banheiro-publico-pdm-verao-20222

Prefeitura vai selecionar empresa para administrar banheiros das praias de Guarapari

Anúncio