Anúncio

A solidariedade resiste: Casal de Guarapari que luta contra o câncer já ganhou quase todos os serviços para o casamento

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 26 de abril de 2019 às 09:00
Atualizado em 26 de abril de 2019 às 15:43
Anúncio

Na semana passada, divulgamos a história de Nathália e Milton, que estavam organizando uma rifa para a realização do casamento, após terem gastado todo o dinheiro com o tratamento de um câncer.

Nathália e Milton têm uma filha de quatro anos. Fotos: Arquivo Pessoal.

A vida de Nathalia Pinheiro, de 28 anos e Milton Volkers, de 38, teve uma reviravolta nos últimos dias. O casal, que decidiu organizar uma rifa para a realização do casamento, foi surpreendido com a solidariedade de várias pessoas. Milton luta contra um câncer, que já tomou vários órgãos e, por causa disso, teve que gastar todo o dinheiro com o tratamento. Após grande repercussão da história, empresas de diversos serviços procuraram o casal para contribuir com a realização do sonho.

Nathália, que agora não consegue dormir pensando nos preparativos, contou que ficou surpresa com a solidariedade recebida. “Nem eu, nem o Milton imaginávamos que chegaria a esse ponto. Ganhei vestido de noiva, terno, maquiagem, bufê, lembranças para os padrinhos […] Mesmo juntando dinheiro, nós nunca conseguiríamos realizar o casamento que vamos ter”, declarou.

De acordo com ela, além de Guarapari, pessoas de Cariacica, São Paulo, Rio de Janeiro e até de fora do país a procuraram oferecendo serviços. “Eu pensava que o ser humano era mais difícil de ajudar ao próximo, mas eu me surpreendi. Nunca fui tão ajudada assim”, enfatizou.

Milton luta contra o câncer desde setembro.

A fotógrafa Dani Duarte foi uma das pessoas que se prontificou a ajudar. A profissional, que ofereceu as fotos do casamento, contou que ficou sabendo da história de Milton e Nathália nas redes sociais. “Com o tratamento do câncer, a vida da pessoa muda, pois são muitos gastos. Então nós temos que nos solidarizar, por que nós não somos nada, viemos para servir” enfatizou.

A vendedora Dênia Salvador também deixou a solidariedade falar mais alto e doou as lembrancinhas que serão entregues aos padrinhos do casamento. “Assim que eu vi a matéria eu procurei o telefone, porque eu me coloquei no lugar dela. Querendo ou não, casar era o meu sonho também e eu consegui realizar. Além disso, meu pai também passou por um câncer e isso me motivou também”, destacou.

Nathália contou que agora só falta conseguir as alianças e conversar com o padre para a realização da cerimônia. O casamento civil já foi marcado para o dia 22 de maio.

Texto: Sara de Oliveira

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

coronavírus-550x309-1

Covid-19: 169 pessoas são consideradas doentes em Guarapari

IMAGEM PARA COMPOR O ARTIGO

Artigo: Acordos extrajudiciais trabalhistas em tempo de pandemia

Anúncio
Anúncio
WhatsApp Image 2020-10-05 at 18.57.20

Casal de Guarapari faz sucesso com artesanatos esculpidos em madeira

Angélica Paixao Escola (1)

Escola de Guarapari cria o ‘Clube de Leitura Virtual’

Anúncio
anchieta 2

Anchieta passa para categoria “Baixo” em 28º Mapa de Risco para Covid-19

bf569277-2023-4ee7-a03d-d1fb0d222d70

Morre aos 91 anos Afrodísio Gomes, policial militar mais antigo de Guarapari

O enterro ocorreu nesta tarde (23) e contou com a presença de diversos membros da Polícia Militar, que prestaram homenagens

Anúncio