Anúncio

Abono para servidores de Guarapari cria expectativa de aumento nas vendas

Por Sara de Oliveira

Publicado em 7 de dezembro de 2019 às 12:00
Atualizado em 7 de dezembro de 2019 às 12:19
Anúncio

Com a possibilidade de aproximadamente R$ 4 milhões circulando no município, representantes do comércio esperam aquecimento na economia.

Pixabay.

O anúncio da liberação do abono de mil reais para servidores de Guarapari animou também os empresários do município. De acordo com a prefeitura, serão aproximadamente quatro mil funcionários públicos beneficiados, o que representa a injeção de quase R$ 4 milhões na economia da cidade.

Aguinaldo Júnior, superintendente da Câmara dos Dirigentes Logistas (CDL) de Guarapari, explica que a liberação do abono é de extrema importância para o município, já que a maioria dos servidores mora na cidade. “Consequentemente, essas pessoas consomem em Guarapari, o que cria novas oportunidades de negócio”, enfatiza.

Antônio Lima, diretor da concessionária Moto Litoral, afirma que a liberação do recurso será um apoio para o comércio que vem se recuperando lentamente de uma crise. De acordo com ele, desde 2018, é perceptível um movimento de leve aumento nas vendas, mas esse momento ainda precisa se consolidar. “Nessa fase, qualquer incentivo por parte do poder público é bem vindo e pode ajudar a economia do município”.

Antônio Lima, diretor da concessionária Moto Litoral. Foto: Arquivo Pessoal.

De acordo com Diane Rebouças, gerente do ExtraCenter, a administração do empreendimento também está animada com o anúncio do abono em Guarapari. Há meses, o grupo vem se preparando e promovendo uma modernização com a expectativa da retomada da economia. “Fizemos a revitalização da fechada, melhorias no acesso ao estacionamento e trouxemos novas operações completando ainda mais o nosso mix de lojas. Esperamos, desde já, bons resultados nas operações”, completou.

Além do abono, o comércio também tem perspectiva positiva com a liberação do 13º salário. Por isso, a expectativa está alta para o natal e para 2020. “Em seguida, teremos o verão que promete ser bastante movimentado e, na sequência, a esperada retomada da Samarco no segundo semestre”, destacou Antônio Lima.

Sugestão

Antônio aproveitou para apontar uma medida que, segundo ele, deveria ser estudada em Guarapari, que é a redução dos feriados municipais. Segundo ele, nessas datas locais, um grande número de moradores viaja pra outras cidades, especialmente Vitória, consumindo fora da cidade. “Isso acaba acarretando uma grande perda de receita para empresas, funcionários comissionados e para a arrecadação do município”, concluiu.

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Coronavírus: Guarapari registra 12º óbito e mais 10 casos da doença

A vítima fatal da doença residia no Centro

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Anúncio
Anúncio
Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari