Anúncio

Ação identifica plantas exóticas no Parque Estadual Paulo Cesar Vinha em Guarapari

A atividade faz parte da rotina de preservação do Parque; As principais espécies invasoras são Leucena, Acácia e Castanheira

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 18 de junho de 2020 às 17:25
Atualizado em 19 de junho de 2020 às 14:27

Anúncio

Foto: Divugação


O Parque Estadual Paulo Cesar Vinha (PEPCV), localizado no município de Guarapari, está realizando o controle de plantas exóticas invasoras, ação prevista no Plano de Manejo da Unidade de Conservação, que consiste em longo prazo de pesquisa, controle e monitoramento. As principais espécies manejadas são Leucaena leucocephala (Leucena), Acacia mangium (Acácia) e Terminalia catappa (Castanheira).

A atividade faz parte da rotina de preservação do Parque que, mesmo com a visitação pública interrompida devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), de acordo com o Decreto 4.659-R, de 30 de maio de 2020, conta com servidores do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), nas atividades diárias para monitoramento, controle e proteção ambiental.

“No Início do mês de junho foi reforçado o trabalho no limite norte do Parque, área que está com incidência muito alta de acácias, castanheiras e leucenas. Isso acontece principalmente na região das dunas D’Ulé”, informa a gestora do Parque Estadual Paulo Cesar Vinha, Joseany Trarbach.

Apoio de moradores

A gestora do Parque ressalta que, durante o trabalho de controle de espécies exóticas, o PEPCV conta com o apoio de moradores e do Surf Clube do bairro Recanto da Sereia, em Guarapari, principalmente na sinalização e divulgação das informações. “O manejo dessas espécies pode gerar dúvidas na população, principalmente com relação à retirada das árvores. Por isso, é importante a divulgação, pois essas espécies são prejudiciais ao desenvolvimento da restinga local”, informa Joseany Trarbach

Com o desenvolvimento desse trabalho, pretende-se também sinalizar e implementar os acessos à praia. Os objetivos são impedir o pisoteio na vegetação da restinga e a passagem de veículos, principalmente das motos.

As espécies exóticas invasoras são organismos que, introduzidos fora da sua área de distribuição natural, ameaçam ecossistemas, habitats ou outras espécies. São consideradas a segunda maior causa de extinção de espécies no planeta, afetando diretamente a biodiversidade, a economia e a saúde humana.

“Reconhecendo   a   importância   do   problema   causado   pelas espécies exóticas invasoras, o Parque Estadual Paulo Cesar Vinha está implementando o Programa de Controle de Espécies exóticas Invasoras, com o objetivo de impedir a introdução, além de controlar ou erradicar as espécies exóticas que ameaçam os ecossistemas, habitats e espécies do Parque”, reforça Joseany Trarbach.

  • Com informações do Governo do Estado do Espírito Santo

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

casagrande-anuncio-novasrestricoes-2020-03-25

55° Mapa de Risco traz Guarapari em risco alto e mudanças na classificação da Grande Vitória

marcos_gabriel-danca-2021-05-13-8

Aluno de Guarapari é destaque em concurso de dança na Serra

Marcos é aluno do 1º ano da escola municipal Florisbela Lino Bandeira, no bairro Aeroporto

Anúncio

Anúncio

Foto: Arquivo/Folha

Temperaturas devem continuar baixas em Guarapari e região no fim de semana

qualificar_es_ampliacao-2021-05-14

Qualificar ES abre 111 mil novas vagas e apresenta novidades

Governador também enviou à Assembleia Legislativa um Projeto de Lei para institucionalizar o Programa

Anúncio

camara_gestao_120-dias-2021-05-14-2

Atual gestão da Câmara de Guarapari economiza R$1 mi e alcança recorde de transparência

pc_prisao_anchieta-2021-05-14

Operação Estado Presente prende suspeito de duplo homicídio em Anchieta

Homem detido é suspeito do assassinato de mãe e filho, no bairro Jerusalém

Anúncio