Anúncio

Almoço diferenciado em comemoração ao Dia da Moqueca

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 13 de outubro de 2017 às 12:35
Atualizado em 13 de outubro de 2017 às 11:41

Anúncio

por Larissa Castro

Tradicional na culinária do Espírito Santo, a moqueca capixaba conquista paladares de turistas e moradores, de uma forma inigualável. Por ser bem procurada, saborosa e especial, o dia 30 de Setembro é reservado exclusivamente para a comemoração desta iguaria. A data escolhida marca o aniversário do autor de uma citação conhecida pelo Brasil, “Moqueca é capixaba, o resto é peixada”. A frase de Cacau Monjardim, teve origem em uma viagem ao Estado da Bahia, quando provou e avaliou o gosto do prato do estado vizinho. Cacau não poupou esforços ao elogiar o prato capixaba em relação ao baiano.

Para aproveitar a data, os proprietários do Restaurante Gaeta há 51 anos em Meaípe, Idalina Vieira Matos e Nhozinho Matos, ofereceram um almoço especial e a forma como foi servida a tradicional moqueca encantou os clientes. “Nós colocamos o fogão no salão e Nhozinho preparou o prato para os clientes verem como é. Anualmente esse diferencial é oferecido, pois precisamos divulgar mais essa data. Poucas pessoas sabem e isso atrai mais turistas para nossa cidade, eles adoram”, contou Idalina.

Responsável por oferecer tanto sabor e qualidade através da moqueca capixaba servida no Gaeta, Nhozinho Matos conta que um dos incentivos para o movimento turístico, é o tradicional prato. “A moqueca é o símbolo da nossa culinária. Quando se fala em Espírito Santo, logo se pensa em moqueca. É um ingrediente fundamental do turismo de Guarapari. Quantas pessoas não saem das cidades vizinhas e vem almoçar aqui com a gente em Meaípe? Turismo é lazer, e lazer engloba culinária”.

NHOZINHO recebeu o título de primeiro moquequeiro do Brasil, em 2015.

Cliente fiel da casa e apaixonado pela moqueca capixaba, José Carlo Monjardim Cavalcante, 88, não mede esforços para elogiar o seu prato preferido sendo produzido no tradicional restaurante. “A moqueca representa para o Espírito Santo uma espécie de portal de acesso a culinária nacional, marcando a culinária de frutos do mar do estado como uma das melhores do país. E para Guarapari sem dúvida o restaurante Gaeta é uma referência nacional para a moqueca capixaba”.

O dia da moqueca capixaba foi instituído ao calendário da cidade de Vitória em 2012, por meio da Lei Municipal N.° 8.813. Outra lei, na esfera estadual institui a moqueca capixaba com comida típica do Estado do Espírito Santo, a Lei Estadual N° 7.567 de 2003.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Muda-de-planta-shutterstock_302422220

Guarapari inicia neste domingo (19) uma semana comemorativa pelo Dia da Árvore

Família nômade (4)

Guarapari 130 anos: família nômade se encanta com as belezas da “Cidade Saúde”

Anúncio

Anúncio

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2-1

Artigo: ser cidadão guarapariense; uma honra e um privilégio!

rambutan-1

Rambutan: fruta exótica no Brasil é produzida em Guarapari

De origem asiática, o fruto é encontrado na propriedade do José Antônio Ofrante, em Rio Claro

Anúncio

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

Anúncio