Anúncio

Anchieta divulga resultados do Projeto PetDog de 2020

O projeto visa diminuir a população de animais de rua por castração custeada pela venda de tampinhas plásticas recicladas.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 14 de janeiro de 2021 às 08:30
Atualizado em 14 de janeiro de 2021 às 18:50

Anúncio

Foto: divulgação.

Em Anchieta, o projeto PetDog continua com ações em prol do controle populacional dos cachorros de rua, por meio da castração desses animais. A população é um grande incentivador da iniciativa, pois com as tampinhas plásticas recolhidas é possível custear parte dos procedimentos veterinários.

O projeto é uma parceria do município, por meio da secretaria de Meio Ambiente, com a Associação de Cuidados Animais – SOS Matilha. A iniciativa conta com a participação da população na separação e destinação das tampinhas plásticas.

Por meio do projeto as cadelas de rua recebem tratamento prévio de doenças, castração, microchipagem, e tratamento pós-operatório durante sete dias, com medicações e alimentação.

Depois de castradas e tratadas quando não são adotados, os animais retornam ao seu local de origem portando uma coleira de identificação do Projeto em verde neon.

Na última semana a Secretaria de Meio Ambiente de Anchieta divulgou os resultados alcançados desde o início do projeto.

  • 152 pontos de coleta de tampinhas distribuídos nos comércios, escolas e prédios públicos, todos precedidos de mobilização socioambiental, pela equipe de Educação Ambiental da SEMAN.
  • 2,5 toneladas de tampinhas plásticas coletadas e vendidas- Até 14 de dezembro de 2020, no valor de R$ 1.960,00, que seguiram para reciclagem e auxilio no pagamento dos custeios de castração;
  • 41 cadelas castradas e três que seguem em tratamento prévio para castração;
  • 8 cadelas adotadas que receberam lar definitivo.

Metas alcançadas:

  • 50% de cobertura da primeira área de levantamento para castração, zona urbana central de Anchieta incluindo vários bairros;
  • 93% da meta quantitativa de castração anual prevista.

Análise dos resultados:

A coleta é feita normalmente na última semana de cada mês. Porém, no período da pandemia, esse recolhimento tornou-se mais remoto, sendo feito em uma periodicidade maior.

No aspecto quantitativo o total de 2.312,20 toneladas de recolhimento de tampinhas demonstra três resultados principais: a preservação ambiental, a participação social e o apoio ao bem-estar animal.

As 41 cadelas castradas representam uma redução significante de nascimentos de novos filhotes, considerando a elevada taxa reprodutiva desses animais.

Com uma média de duas ninhagens/ano, e média de 8 filhotes em cada uma delas, temos que com o projeto evitou-se o nascimento de cerca de 656 novos filhotes, e ao extrapolar esses dados em relação às possíveis fêmeas que nasceriam, cerca de 50%, ainda foi evitado em um ano, o nascimento de mais de 3.000 filhotes.

O projeto vem contribuindo positivamente no meio socioambiental, promovendo a recuperação e reciclagem das tampinhas plásticas em benefício ao meio ambiente natural e auxiliando na redução de população de animais de rua, expostos a maus tratos, fome e intempéries do clima.

*Texto de Dirceu de Souza Cetto – Gerência de Comunicação Social da Prefeitura de Anchieta.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

2021_09_20-qualificar-es-galeria-Kainan-Juliana-e-tyago.JPG

Programa Qualificar ES realiza cerimônia de formatura em Guarapari

Praça Trajano (3)

Morador lamenta abandono da Praça Trajano Lino Gonçalves em Guarapari

Anúncio

Anúncio

projeto-escola-rural-2021-09-21-1

Escola Rural de Guarapari trabalha impacto da Educação Física para outras matérias e para a vida

Trabalho envolve professores de diversas matérias e incentiva inclusão e disciplina

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

Anúncio

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

Anúncio