Anúncio

Anchieta é incluída na lista de cidades afetadas pelo rompimento da barragem de Mariana

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 30 de março de 2020 às 12:13

Anúncio

Anchieta é incluída na lista de cidades afetadas pelo rompimento da barragem de Mariana

Fotos: Prefeitura de Anchieta.

O município de Anchieta foi reconhecido como cidade afetada pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, ocorrido no final de 2015 e receberá medidas reparatórias e compensatórias. Dessa forma, o prefeito Fabrício Petri instituiu a Comissão Anchietense de Acompanhamento das Ações Relacionadas à Fundação Renova (COARR), cujos objetivos são acompanhar e discutir ações de reparação e compensação dos danos socioeconômicos que Anchieta sofreu nos últimos cinco anos.

Em 2016 foi assinado o Termo de Transação de Ajustamento de Conduta (TTAC), incluindo 29 municípios capixabas e mineiros, mas Anchieta ficou de fora, devido um erro. Conforme a Secretaria de Desenvolvimento e Integração, logo no início de 2017 a atual gestão iniciou uma longa batalha para ser reconhecido o erro e incluir Anchieta na lista. De acordo com a titular da pasta, Paula Louzada Martins, diversas reuniões foram realizadas para a revisão e inclusão de Anchieta.

“Desde 2017 iniciei um trabalho incansável de conversas e reuniões, participei do Fórum dos Prefeitos do Rio Doce, onde recebi apoio dos municípios mineiros que assinaram um manifesto para que fossemos reconhecidos como cidade impactada pela barragem” disse o prefeito Fabrício Petri acrescentando que a conquista vai ajudar no desenvolvimento de ações para o crescimento do município.

Anchieta é incluída na lista de cidades afetadas pelo rompimento da barragem de Mariana

Prefeito de Anchieta, Fabrício Petri.

A comissão criada pela prefeitura é um órgão colegiado municipal. A composição inclui representantes de diversas secretarias, a fim de discutir, articular e tratar as ações de reparação e recuperação dos danos socioeconômicos, oriundos pelo rompimento da barragem, desde 2015.

Fundação Renova foi criada pela Samarco e pela Vale para gerenciar e executar medidas socioambientais e socioeconômicas para a recuperação de danos existentes em decorrência do rompimento da barragem de Fundão, distrito de Mariana (MG).

Com o rompimento da barragem a Samarco suspendeu suas operações e a consequência foi centenas de pessoas desempregadas, brusca queda na receita municipal e queda na economia local, com muitos comércios fechando as portas.

*Com informações: Prefeitura de Anchieta.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Ajuda Matheus1

Vencedor devolve prêmio e mãe faz nova rifa para ajudar filho especial em Guarapari

taba-buracos

Prefeitura realiza ação para recuperação de ruas em Anchieta

Anúncio

Anúncio

Igreja Coroado Qualificar

Coroado Social: igreja abre inscrições para aulas de luta em Guarapari

Além das lutas, Luta Olímpica, Jiu Jitsu e Muay Thai, há oferta também de aulas de Pilates e Circuito Funcional

vacinacao_criancas-2022-01

Semana começa com mutirão de vacinação contra Covid-19 e agendamento para crianças em Guarapari

Anúncio

Foto-equipe-14-membros

Empresários de Guarapari, unidos, fortalecem princípios do networking

176729537_1423616151329129_2656264376785826945_n-1024x683

Últimos dias de inscrições para Processo Seletivo do Ifes com salário de até R$ 4,3 mil

Anúncio