Anúncio

Anchieta implanta projeto de adoção de cavalos

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 3 de março de 2020 às 09:00
Atualizado em 3 de março de 2020 às 09:00
Anúncio

O Programa Municipal de Recolhimento de Animais de Grande Porte tem como intuito recolher os animais do centro urbano e dá-los um lar seguro

Foto: Divulgação

No ano passado, a Prefeitura de Anchieta, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman), lançou o Programa Municipal de Recolhimento de Animais de Grande Porte, que tem por objetivo destinar adequadamente aos animais recolhidos e não reavidos pelos seus donos, retirando-os do centro urbano e dando um lar seguro em área rural ou área específica apropriada de guarda.

Para promover essa doação de forma responsável foi criado o ‘Projeto Adote um Cavalo’, a fim de conseguir um local seguro para os animais, fora do perímetro urbano. Os animais disponíveis para adoção são saudáveis, chipados e vermifugados, que recebem atendimento veterinário após serem recolhidos das vias públicas, pelo Serviço de Recolhimento de Animais do município.

De acordo com a titular da Seman, Jéssica Martins, os equinos recolhidos das ruas do município de Anchieta, por intermédio de empresa contratada pela Seman, são confinados, tratados e quando não reavidos pelos seus donos no prazo de sete dias, serão disponibilizados para doação e destinados a entidades sem fins lucrativos, pessoas físicas ou jurídicas, que atendam aos critérios estabelecidos.

O projeto para a adoção do animal será idealizado por meio da realização de cadastro de pessoas e entidades interessadas, de acordo com critérios previsto na Portaria Municipal e regulamento específico, e da realização de campanhas de adoção com divulgação dos animais disponíveis. Os interessados deverão efetuar o cadastro na Secretaria de Meio Ambiente, que passará por análise documental, e após aprovação serão inseridos na lista de prioridade de escolha dos animais, de acordo com a ordem de inscrição e a disponibilidade de animais.

Para realizar o cadastro, os interessados precisam, entre outras exigências, comprovar condições de cuidar do animal, ficha sanitária expedida pelo IDAF, apresentar documentação comprobatória da atividade exercida, de acordo com as atividades autorizadas para adoção, entre outros. As inscrições devem ser feitas de forma presencial com apresentação da documentação exigida para análise. Para concluir a adoção, o interessado deverá providenciar o GTA junto ao IDAF, para destinos dentro ou fora do estado.

Conforme a gerente de Recursos Hídricos e Naturais, Ana da Matta, os animais não poderão ser adotados para trabalho de tração, para isso, os interessados assinarão um Termo de Adoção no qual se comprometem a não usarem o animal para esse fim. Além disso, caso os animais sejam adotados por pessoas fora do Estado, os novos donos deverão realizar e arcar com exames para identificação de mormo, conforme exigência da Secretaria Estadual de Agricultura para missão da Guia de Trânsito Animal (GTA). O exame de anemia infecciosa já é realizado pela prefeitura através da empresa responsável pelo recolhimento.

Mais informações: (28) 3536-1867.

  • Com informações da Prefeitura Municipal de Anchieta

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Profissional da saúde com Covid-19 é encontrada trabalhando em Guarapari

Descumprir o isolamento é infração sanitária e pode ser enquadrado como crime contra a saúde pública

civilpm

Policiais prendem um suspeito de assalto e outro de tentativa de homicídio em Guarapari

Anúncio
Anúncio
wendel1

Vereador de Guarapari poderá ser condenado a devolver dinheiro e a pagar multa

MPC pede condenação de Wendel Lima, então presidente da Câmara em 2017, por autorizar despesas sem interesse público

capa jose luiz

Médico que mora em Guarapari vence a Covid-19 e compartilha luta contra o vírus

“A gratidão é por uma nova chance da vida. A missão dele como médico ainda não acabou”, declarou a esposa e aliada de batalha

Anúncio
Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari confirma 7º óbito; Sobe para 111 número de curados

A vítima fatal da doença residia em Muquiçaba; Município não registra novos casos desde o último sábado (23)

cesta-basica-217391-article

Prefeitura de Guarapari realiza cadastramento para recebimento de cestas básicas

A ação tem por objetivo beneficiar famílias em situação vulnerabilidade social, em decorrência da pandemia do novo coronavírus