Anúncio

Anchieta multa Escelsa e Cesan por irregularidades ambientais

Por Livia Rangel

Publicado em 18 de setembro de 2015 às 12:24
Atualizado em 18 de setembro de 2015 às 12:24
Anúncio
{BAAEB5BC-EDD3-D62E-7BDB-0D1EB3C2E6B8}

Lançamento de esgoto in natura na Lagoa da Conceição, em Iriri. Foto: Divulgação PMA

No início de setembro, a Prefeitura de Anchieta notificou e multou a Cesan e a Escelsa por ações irregulares no município.

A Cesan foi multada em R$ 13,2 mil, por lançamento de esgoto in natura na Lagoa da Conceição, em Iriri, acarretando em poluição da água e colocando a biodiversidade e a saúde pública em risco.

Já a Escelsa foi notificada pelo corte raso de vegetação dentro de Unidade de Conservação Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Papagaio. A área afetada é de 1000 m² e o valor da multa é de R$ 11 mil.

{D1BEA612-E1DB-BEA6-EEBE-AAECEAD2BB64}

Corte raso de vegetação dentro de Unidade de Conservação RDS Papagaio.

As notificações ocorreram respectivamente nos dias 3 e 11 de setembro e foram realizadas pelo setor de Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Corte de árvores. A secretaria também realizou outras notificações por corte ilegal de árvores. Dois moradores de Anchieta foram notificados e multados.

O morador F. Q. F. foi multado em R$ 1.375,00 por poda de vegetação em via pública, na área central, sem a devida licença ambiental do órgão competente.

A outra notificação ocorreu ao senhor N. C. A. pelo mesmo motivo. O autor do corte foi multado em R$6.240,00.

A orientação da Secretaria de Meio Ambiente, é que antes de realizar a poda entre em contato com a secretaria solicitando autorização.

Em caso de árvores de calçada (via púbica) devem ser manejadas pela gestão pública. Para solicitar o corte ou poda destas árvores, basta que o contribuinte vá ao protocolo geral da Prefeitura e faça o requerimento. A equipe de arborização irá analisar o pedido e realizar (ou não) o trabalho, conforme análise técnica da real necessidade.

Para casos onde a árvore encontra-se dentro de terreno particular, deve-se solicitar autorização para corte/poda da árvore. A SEMAN irá emitir (ou não) conforme análise técnica uma autorização para o requerente realizar o serviço.

{7B63D2DE-2CED-46EA-8DAC-CBE4D3CADC81}

Corte de árvores em via pública pelo senhor N.C.A sem a devida licença ambiental do órgão competente.

 

Empresário é multado e atende as exigências

Outro caso notificado pela Secretaria de Meio Ambiente foi o do empreendimento do senhor C. S. Ele foi autuado pelo descumprimento de condicionante da Licença Ambiental, com a recomposição de talude. Oito dias depois, o empresário apresentou o laudo que estava realizando as exigências e a multa diária, com valor de R$ 150,00, foi suspensa. Assim ele pagou os R$ 1.200,00 devidos pelo período em que estava irregular.

Com informações da Assessoria de Comunicação PMA

Anúncio
Anúncio

Veja também

4cc15bb8-9342-4867-8120-1d769acb7fbd

Marco da nova idade da cidade de Guarapari está quase abandonado

Foto: Reprodução

Decreto detalha regras para reabertura de shoppings no ES

As determinações foram oficializadas por meio de edição extra do Diário Oficial

Anúncio
Anúncio
sessao-extraordinária

Câmara de Guarapari vota projetos que destinam R$ 730 mil para saúde

Em pauta também a proposta de reajuste salarial dos agentes de saúde e de combate às endemias do município

Foto: Reprodução

Com 28 novos casos de Covid-19 em 24h, Guarapari registra 232 infectados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (30)

Anúncio
Casagrandecoletiva

Coronavírus: Governo do ES anuncia novo Mapa de Gestão de Risco

12 municípios capixabas estão enquadrados no Risco Alto; Mapa valerá da próxima segunda-feira (01) até o dia 07 de junho

Foto: Reprodução

Artigo: Coronavírus – O fim das atividades empresariais e a extinção dos contratos de trabalho