Anúncio

Anchieta volta a imunizar contra vírus da gripe

Por Natália Zandomingo

Publicado em 9 de maio de 2016 às 15:01
Atualizado em 9 de maio de 2016 às 15:01

Anúncio

Todas as unidades de saúde de Anchieta voltaram a oferecer a vacina contra o vírus da gripe nesta segunda-feira (9). Segundo informações da administração municipal 1870 doses da vacina foram entregues na última sexta-feira (6) pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA). O número de doses é suficiente para atingir a meta de 80% de imunização do público alvo da campanha.

O Atendimento nos postos acontece das 7h às 16 horas. Segundo a Secretaria de Comunicação, apenas no dia “D” da campanha, realizado no sábado, 31 de abril, 54,5% do público alvo recebeu a vacina na cidade.

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) informou que em todo o Espírito Santo, 55,35% do público alvo já recebeu a proteção. Fazem parte do grupo prioritário pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão.

 

Saiba mais

Como a vacina age no organismo para protegê-lo contra o vírus da gripe?

A vacina é composta por vírus mortos. Injetando o antígeno na pessoa, estimula-se o sistema imunológico a produzir anticorpos contra a doença. Assim, a pessoa que tem contato com o vírus já tem o anticorpo para combatê-lo e não desenvolve a doença. E quando desenvolve, ela vem de forma mais branda.

Contra quais vírus a vacina ofertada na campanha protege?

A vacina ofertada na campanha é trivalente, composta pelos vírus influenza A (H1N1), influenza A (H3N2), e influenza B (subtipo Brisbane), portanto, é contra esses tipos de vírus que a vacina protege.

Mesmo depois de vacinada a pessoa pode pegar gripe?

A vacina contra gripe é feita de vírus mortos, portanto, não existe a possibilidade de a pessoa desenvolver gripe por que tomou a vacina. Mas ela pode sim adoecer se o vírus estiver incubado antes da vacinação (o vírus pode ficar até sete dias no corpo antes de se manifestar). Outra possibilidade é a pessoa ser infectada por um vírus diferente daqueles que compõem a vacina.

Por que a vacina da gripe deve ser tomada todo ano?

Porque a proteção dura cerca de um ano. E a cada ano a Organização Mundial da Saúde (OMS) verifica quais cepas (subtipos de vírus) estão circulando para que a vacina seja produzida a partir das cepas mais prevalentes.

A vacina contra gripe gera reações adversas?

Podem acontecer reações leves, que costumam ser resolvidas nas primeiras 48 horas após a vacinação. As principais reações são febre, dor de cabeça e dor no corpo. A recomendação é usar compressa fria no local da aplicação e tomar antitérmico ou analgésico, se necessário. Em caso de outras reações, é importante procurar um médico ou solicitar orientação no posto onde a vacina foi aplicada.

A vacina contra gripe possui alguma restrição?

Sim. Quem tem alergia grave a ovo, a algum componente da vacina ou desenvolveu alergia grave à dose anterior contra a gripe não deve receber a vacina. Em caso de dúvida, consulte um médico.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

acidente br101 1

Grave acidente deixa uma pessoa morta e três feridas em Guarapari

Segundo o Centro de Controle Operacional (CCO) da Eco101, concessionária que administra a via, o acidente aconteceu por volta das 07h15

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES: últimos dias para inscrições de curso em Guarapari

Anúncio

Anúncio

Rua Safira, Setiba1

Rua pavimentada há seis meses alaga sempre que chove; moradores pedem solução em Guarapari

destaques pm

10º Batalhão homenageia destaques operacionais e transferidos para reserva em Guarapari

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Covid-19: Guarapari abre novo agendamento para pessoas acima de 50 anos

edson-1024x683

Guarapari: TCE-ES recomenda rejeição das contas de Edson Magalhães do ano de 2018

Anúncio