Anúncio

Aos 12 anos, atleta de Guarapari já compete com adultos e é promessa para o atletismo

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 26 de maio de 2019 às 12:00
Atualizado em 24 de maio de 2019 às 18:56
Anúncio

Há um ano no esporte, Guiomar Dias Neri de Oliveira já conquistou três títulos no atletismo.

Na última competição que participou, Guiomar ficou em 2º lugar em uma corrida que disputou com atletas adultas. Foto: Reprodução/Prefeitura de Guarapari.

Guiomar Dias Neri de Oliveira, de 12 anos, promete dar muito orgulho para Guarapari no atletismo.  A menina, que mora no bairro Lameirão, vem ganhando uma sequência de títulos no esporte, seguindo os passos do pai Marcos Neri, que é ex-corredor. Recentemente, ela conquistou o 2° lugar geral feminino da corrida Eco Runners, etapa Flamboyant, em Amarelos onde disputou com atletas adultas na prova dos 7km.

Há um ano no atletismo, esse foi o terceiro título da Guiomar que treina de segunda a sexta-feira. Para a criança, a conquista do segundo lugar foi singular. “Eu fiquei muito feliz, a corrida foi muito boa, não encontrei nenhuma dificuldade”, contou. Guiomar explicou que decidiu entrar no atletismo por causa do pai, Marcos Neri, que parou de competir no ano passado devido a um acidente. “Eu sempre  via ele correndo e ficava com vontade de começar a treinar também. Agora quero correr por muito tempo”, contou.

Guiomar (Segunda a direita) na última competição que participou em Amarelos.

De acordo com Joelma Dias, mãe da Guiomar, o atletismo trouxe uma série de consequências positivas para a criança. Ela disse que a menina está muito mais disciplinada depois que começou a treinar. “Nós incentivamos sempre para que ela se dedique aos estudos e também a essa nova carreira que deseja”, declarou. Para a mãe, as conquistas são motivo de orgulho. “Eu fico emocionada só de falar sobre isso. Nós ficamos muito felizes com essas vitórias que ela tem alcançado”, enfatizou.

Marcos Neri, pai da Guiomar, é responsável pelos treinamentos da atleta e disse que o rendimento da menina é fora do comum para a idade. “Eu já treinei várias crianças e até adultos e nunca vi uma evolução tão rápida no esporte como a dela. Se ela continuar assim, aos 16 anos estará na elite do atletismo nacional”, declarou. Para manter os resultados, Marcos contou que incentiva a criança a ter uma alimentação saudável. “Eu peço pra ela evitar tomar refrigerante e alimentos gordurosos. Sem falar que ela é muito dedicada também, além de ter um biotipo que a ajuda nas competições”, contou.

O pai da Guimar, Marcos Neri, foi obrigado a interromper um treino após um acidente sofrido no ano passado. Foto: Arquivo/Folha Online.

O pai disse que na última competição, onde Guiomar conquistou o 2º lugar geral, o resultado foi inesperado. “Como ela estava competindo com adultos, eu só pedi que ela completasse a prova. Não imaginava que ela ficaria entre os primeiros, então fiquei muito orgulhoso”, citou. Mesmo incentivando a prática do esporte, Marcos ressaltou que o que considera mais importante é a educação. “Eu sempre digo para ela que quero que ela continue estudando, porque os estudos são a base de tudo”, argumentou.

Projeto

Além de incentivar a filha na prática do atletismo. Marcos contou que tem o sonho de levar o esporte para outras crianças também. O ex-corredor informou que treinou cerca de dez crianças do bairro Lameirão durante um tempo, mas foi obrigado a interromper os treinos por causa do acidente que sofreu e devido à falta de estrutura no bairro. “O local que a gente treinava era cheio de buracos e o chão não era apropriado, então tivemos que parar porque poderia acontecer até um acidente com elas”, explicou.

Marcos disse que para o retorno dos treinos, é necessário o apoio do poder público municipal. “Era preciso passar uma máquina aqui no bairro, para que fosse construído um centro de treinamento para essas crianças”, esclareceu. Ele também enfatizou a importância do esporte para a formação desses indivíduos. “Muitas dessas crianças daqui estão crescendo e nós estamos perdendo elas para o tráfico de drogas. Então, por mais que elas não se tornem atletas de alto rendimento, com a prática do atletismo, elas podem buscar outro foco para a vida”, concluiu.

Texto: Sara de Oliveira

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

26 pessoas foram assassinadas em Guarapari até setembro deste ano

No mesmo período, o Espírito Santo registrou mais de 870 crimes letais, incluindo homicídios e latrocínios

brinquedos

Projeto reforma brinquedos para serem doados no Natal em Guarapari

Os brinquedos são arrecadados ao longo do ano, transformados e doados para a comunidade de Village do Sol

Anúncio
Anúncio
Maria Helena1

Conheça as propostas dos candidatos à prefeitura de Guarapari: Maria Helena

golpe aluguel temporada (2)

Homem usa casa de aluguel para dar golpe em turistas que visitam Guarapari

Anúncio
PMarma1

PM apreende submetralhadora caseira e pistola em Guarapari

eco101

Eco101 alerta sobre propagandas eleitorais às margens da BR-101

Anúncio