Anúncio

Apenas comércios essenciais poderão funcionar nos fins de semana em Guarapari

A medida, que tem por objetivo reduzir a taxa de circulação no município, valerá a partir deste sábado (06); Comerciantes que desobedecerem as restrições poderão ter alvará de funcionamento cassado

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 3 de junho de 2020 às 17:44
Atualizado em 4 de junho de 2020 às 15:01

Anúncio

Da esquerda para a direita: Tenente Coronel Caus, da Polícia Militar; Prefeito de Guarapari, Edson Magalhães; Tenente Coronel Bruno, do Corpo de Bombeiros. Fotos: Folhaonline.es

Nesta tarde (03), a Prefeitura Municipal de Guarapari promoveu uma coletiva de imprensa para divulgar maiores informações sobre o decreto que determinará medidas restritivas, dentre elas a restrição do funcionamento de estabelecimentos comerciais do município durante os fins de semana. A medida tem por objetivo conter a propagação do novo coronavírus (Covid-19) e baseia-se nas orientações do Governo do Estado do Espírito Santo, explicitadas na Portaria Nº 100-R, do dia 30 de maio deste ano. Durante a reunião, estiveram presentes representantes da Prefeitura, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e comerciantes. 

Conforme a portaria do governo estadual, que data do último sábado (30), municípios classificados com risco moderado ou alto no Mapa de Gestão de Risco deverão estabelecer restrições ao funcionamento dos estabelecimentos, galerias e centros comerciais. O município de Guarapari, que registra, até o presente momento, 272 casos da Covid-19 integra o grupo de risco moderado. 

Com o objetivo de conter a propagação do vírus, o Município decretará ainda nesta semana novas medidas restritivas. Segundo a secretária municipal de saúde, Alessandra Albani, as determinações valerão do dia 06 a 14 de junho e incluem o isolamento total a partir das 19h. Desse modo, ficará proibida a circulação de transeuntes nas ruas. “Após esse horário, quem trabalha com delivery, deverá portar uma declaração da empresa atestando que ele está prestando um serviço essencial”, explicou a secretária.

Secretária municipal de saúde, Alessandra Albani.

Além disso, em conformidade com a Portaria Nº 100-R, a Prefeitura de Guarapari irá restringir o funcionamento dos estabelecimentos comerciais durante os fins de semana. De acordo com Aguinaldo Ferreira Júnior, superintendente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Guarapari (CDL) e Sindicato dos Lojistas do Comércio de Guarapari (Sindilojas), de segunda à sexta-feira, das 09h às 17h não há restrição para os comércios não essenciais. Contudo, nos finais de semana, apenas padarias, postos de gasolina, farmácias e delivery poderão funcionar. Os supermercados estão autorizados a funcionar aos sábados, até as 14h, mas ficarão fechados aos domingos. 

“Após esses 15 dias, vamos nos reunir novamente e avaliar se vamos permanecer desta forma ou flexibilizar as medidas”, afirmou o superintendente. Aguinaldo ainda fez um apelo aos lojistas e à população de modo geral. “Peço para que todos os comerciantes respeitem essas medidas e que os consumidores só deixem o isolamento em caso de necessidade real, utilizando máscara e seguindo as recomendações, para combatermos essa doença”. 

Aguinaldo Ferreira Júnior, superintendente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Guarapari (CDL) e Sindicato dos Lojistas do Comércio de Guarapari (Sindilojas).

De acordo com o prefeito de Guarapari, Edson Magalhães, as medidas têm por objetivo reduzir a taxa de circulação no município, que chega a 53,7% durante o fim de semana. 

“Nós tomamos a decisão de restringir alguns comércios para combater o coronavírus, visto que registramos um número grande de óbitos e casos confirmados e esse número tende a crescer. Não queremos chegar a fechar totalmente o comércio, porque isso não é bom para ninguém, por isso precisamos da colaboração da população”, declarou. O prefeito alertou ainda que aqueles que desobedecerem as medidas sofrerão as punições cabíveis, previstas no Código de Postura Municipal, podendo chegar à cassação do alvará de funcionamento.

Para garantir que as medidas sejam cumpridas, a Prefeitura de Guarapari conta com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros que irão intensificar a fiscalização a partir das 19h e durante os fins de semana, realizando abordagens de conscientização. 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

camara_ouvidoria_da_mulher

Coordenadora e vereadoras realizam “pit-stop” sobre Ouvidoria da Mulher da Câmara de Guarapari

Ato acontecerá na segunda-feira (8), de 13h às 15h, na rotatória do ExtraCenter, em Muquiçaba

project_20210302_2247336-01

Artigo: Cancelei meu evento particular devido à Covid-19. E agora?

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2021-03-05-at-11.50.30

Reivindicação de comunidade sobre trecho da BR-101 em Guarapari será analisada em revisão quinquenal

Projeto, de responsabilidade da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), será executado pela Eco-101. Próxima revisão deve acontecer em 2023

mulheres_conselho_municipal

Dia Internacional da Mulher será memorado com atividades nos Cras de Guarapari

Atividades voltadas para as mulheres atendidas acontecerão nos Centros de Referência e Assistência Social de Olaria, Santa Mônica e São José

Anúncio

odalva_vasconcelos2

Vítima de complicações da Covid-19, Odalva Vasconcelos, do Lions Clube Guarapari, faleceu na noite de ontem (5)

Conhecida por sua generosidade, Odalva veio a falecer por complicações da Covid-19

qualificar_es_mulheres

Qualificar ES abre 5 mil vagas para mulheres em cursos online gratuitos

As inscrições serão abertas na próxima segunda-feira (08) com 10 opções de cursos on-line e gratuitos

Anúncio