Anúncio

Após filho chegar carimbado em casa, mãe decide tirá-lo da escola

Por Aline Couto

Publicado em 6 de fevereiro de 2018 às 19:00
Atualizado em 7 de fevereiro de 2018 às 08:17
Anúncio

“Primeiro dia de escola do meu filho e ele volta carimbado”. Assim foi o desabafo de uma mãe indignada na manhã de hoje (06) em uma rede social de Guarapari. O filho, um adolescente de 15 anos em sua nova escola, explicou que foi carimbado na entrada do colégio e na hora da merenda.

O braço do aluno após retornar da escola. Foto feita pela mãe do adolescente.

“Isto é exposição de menor, e não foi à professora, trata-se de medida de controle da escola. Mas para isso os pais precisam ser informados, seja por reunião de pais ou via escrito”, relata a mãe que matriculou seu filho na Escola Estadual Doutor Silva Mello, conhecida como Polivalente, no Centro de Guarapari, para o ano letivo de 2018.

De acordo com ela, seu filho não quer continuar na escola para não parecer “gado”. “Fiquei sabendo que todos foram carimbados e que o mesmo está substituindo o ticket/cartão merenda. Esta sendo usado para o controle, para que os alunos não possam repetir o alimento”.

Após visita a escola, a mãe decidiu pedir o cancelamento da matrícula e levar o filho para outra instituição.

O outro lado

A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) foi procurada durante todo o dia de hoje (06), mas até a publicação da matéria não obtivemos uma resposta.

Conforme apurado pela reportagem, o carimbo está sendo usado de forma provisória até o sistema do colégio voltar a funcionar. O sistema ficou sobrecarregado no início do ano devido a muitas matrículas, rematrículas e trocas de turno. Existe um cartão usado para o controle alimentar entre os alunos, para saber quem vai merendar e quantos pratos vão ser servidos, isso é usado para a contabilidade da escola que tem a prestação de contas a ser feita para a Secretaria Estadual de Educação. O aluno pode repetir, se assim que todos tiverem acabado houver sobrado merenda. O mesmo serve para o aluno que optou por não merendar e depois mudou de ideia. Essa foi a forma criada pela escola para sanar o problema no sistema.

Mãe e filho pediram para ocultar seus nomes na matéria

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Sebrae/ES tem mais de 5 mil vagas em cursos gratuitos para outubro

Os últimos dias de setembro garantem 14 atividades gratuitas, enquanto outubro já começa com cerca de 30 ações confirmadas

imagem-cnh-social-2020

CNH Social: ES oferece 4.500 vagas com foco na qualificação profissional

Anúncio
Anúncio
desaparecido3

Jovem que desapareceu em Guarapari entra em contato com a família e passa bem

Guilherme foi visto pela última vez no dia 16 de setembro. Nesse final de semana ele ligou para mãe e disse que estava bem

Foto: Reprodução

Covid-19 já vitimou 110 pessoas em Guarapari

Anúncio
cães_abandonados

Doações de livros ajudam animais de rua em Guarapari

O perfil “Desapego de Patas” vende os livros doados e todo o dinheiro é repassado para o projeto Ajuda Pet

nicole apa

Moradora de Guarapari cria grupo de compras para que consumidores consigam descontos

Nicole Mattar criou o “Nosso Grupo de Compras” com o objetivo de reunir consumidores e negociar descontos em compras coletivas

Anúncio