Anúncio

Após passar por fila de adoção duas vezes, mãe cria grupo para apoiar outras famílias de Guarapari

Virgínia fundou o “Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração” em 2016, desde então, mais de 100 pais já foram ajudados

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 14 de maio de 2020 às 12:30
Atualizado em 15 de maio de 2020 às 08:48

Anúncio

Após passar por fila de adoção duas vezes, mãe cria grupo para apoiar outras famílias de Guarapari
Virgínia Silva e os filhos Gabriel e Rafaela. Foto: Arquivo Pessoal

Maio é o Mês da Adoção, um período que possui significado especial para Virgínia Silva. A mãe de Gabriel e Rafaela fundou, em 2016, o “Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração”, com o objetivo de ajudar outros pais a lidarem com as questões que podem surgir durante o processo de adoção e adaptação. Desde então, mais de 100 famílias já passaram pelo grupo

Virgínia conta que tudo começou em 2010, quando entrou na fila da adoção pela primeira vez. “Eu tive dificuldade para engravidar, por isso, eu o pai das crianças decidimos que a adoção seria a melhor maneira de termos um filho. Na época não tinha tanta informação na internet, então fomos ao Fórum para saber do que precisávamos para iniciar o processo de adoção”. 

Após passar por fila de adoção duas vezes, mãe cria grupo para apoiar outras famílias de Guarapari
Rafaela e Gabriel ao lado do pai, Renato. Foto: Arquivo Pessoal

Quatro meses depois, Virgínia estava com o pequeno Gabriel nos braços. “Ele tinha 55 dias de vida quando chegou. As pessoas costumam dizer que o processo de adoção é burocrático e demorado mas, na verdade, é muito mais simples do que parece. O tempo de espera depende de quão específico é o perfil da criança que deseja adotar”, explica. 

Segundo Virgínia, desprender-se de detalhes, como a cor da pele, pode acelerar a tão esperada chegada de um filho. “Aguardamos o Gabriel por apenas quatro meses, um tempo muito mais curto do que a média nacional, porque ele era um bebê negro e só nós o quisemos. Se você quiser uma menininha loira de olhos azuis, tudo bem, eu respeito, mas vai esperar mais tempo, porque essa não é a realidade do abrigo”. 

Em 2012, Virgínia decidiu que era hora de ampliar a família e entrou novamente na fila de adoção. Assim, adotou Rafaela, de oito meses. Realizada com a família, a mãe de Gabriel e Rafaela decidiu ajudar outros pais a lidarem com o processo de adoção e adaptação. Por isso, fundou o “Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração”. 

Após passar por fila de adoção duas vezes, mãe cria grupo para apoiar outras famílias de Guarapari
Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração. Foto: Arquivo Pessoal

Desde 2016, quando o grupo surgiu, mais de 100 famílias já foram ajudadas. “Nosso objetivo é provar que constituir famílias por meio da adoção é possível e, além disso, ajudar os pais a lidarem com as dificuldades que podem surgir no processo de adoção e adaptação, porque, no início, é tudo muito estranho para todo mundo”, afirma Virgínia, atual presidente do “Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração”. 

Para amparar os adotantes, o grupo conta com uma advogada, que auxilia as famílias que desejam dar início no processo de adoção, cobrando apenas uma contribuição; Um contador, que ajuda os adotantes a comprovarem renda e ainda um médico, que auxilia os pais a obterem o laudo médico. 

Caso esteja pensando em adotar mas possua dúvidas sobre o assunto ou precise de ajuda, entre em contato com o “Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração” por meio das redes sociais, Instagram e Facebook, ou através do número (27) 99928-8311.

Serviço: 

Após passar por fila de adoção duas vezes, mãe cria grupo para apoiar outras famílias de Guarapari
Foto: Divulgação

Grupo de Apoio à Adoção Gerando com Coração

Facebook: https://www.facebook.com/Gerando-com-coracao

Instagram: https://www.instagram.com/gaa_gerando_com_coracao

Contato: (27) 99928-8311

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

20211206175258_IMG_9654

Bolsa Técnica: Estado abre mais de 1,3 mil vagas gratuitas em cursos técnicos no ES

Surfista Guilherme Anchieta (1)

Jovem de Anchieta é o único capixaba convocado para treinamento da Seleção Brasileira de Surfe

A convocação para o treinamento de campo foi realizada entre os integrantes do ranking estadual e nacional da CBSurf

Anúncio

Anúncio

Canoa Havaiana Priscilla (1)

Atletas de Guarapari ganham 1° lugar no maior desafio de Canoa Havaiana do Brasil

A Vibe é um desafio de 90 km em Ilhabela, São Paulo

sedu divulgação

Sedu ES abre inscrições de Processo Seletivo com remuneração de até R$ 4,9 mil

Anúncio

instituto-emite-alerta-de-chuvas-fortes-raios-e-granizo-para-o-es

Alerta de muita chuva e ventos intensos em todo Espírito Santo

O alerta laranja é de perigo e tem validade até essa terça-feira (07)

00

10º Batalhão da Polícia Militar de Guarapari inicia a “Operação Natal”

Anúncio