Anúncio

Areias de Guarapari serão apresentadas na Espanha

Por Livia Rangel

Publicado em 24 de agosto de 2015 às 16:06
Atualizado em 24 de agosto de 2015 às 16:17
Anúncio

areia-pretaAs propriedades das areias monazíticas de Guarapari serão apresentadas em um dos maiores eventos mundiais sobre Termalismo: a Termatalia 2015. A série de conferências e exposições acontece de 24 a 26 de setembro na cidade de Ourense, na Espanha.

Os pesquisadores do projeto Estância Radioclimática de Guarapari, Marcos Tadeu Orlando, Fábio Lazzerini e Walter de Prá, já estão acertando os últimos detalhes para a viagem. Lá, eles contarão com estande próprio, onde irão distribuir amostras das areias monazíticas para cientistas e termalistas do mundo todo.

“Também vamos dar cópias da pesquisa que originou o projeto da Estância Radioclimática. São 33 páginas contando a história de Guarapari, desde o Padre Anchieta, passando pelos estudos do Dr. Silva Mello e até os dias de hoje. O objetivo é mostrar as características únicas encontradas aqui e quem sabe, contribuir para reativar o turismo de saúde e bem estar na cidade”, completa De Prá, que esteve em Guarapari neste sábado (22) com o Dr. Lazzerini para buscar mais amostras na Praia da Areia Preta.

Ele próprio decidiu aprofundar seus conhecimentos sobre as areias de Guarapari depois que seu pai foi curado de dores crônicas ainda na década de 60. “Sou apenas um curioso que gosta de colocar a mão na massa. A parte científica fica por conta dos companheiros, estes sim referências na área.”

Fabio e Walter - areia monazitica

Fábio Lazzerini e Walter De Prá: otimismo com a instalação de Estância Radioclimática na cidade.

 

Radium Hotel pode abrigar pesquisa
Radium Hotel

Radium Hotel

Aprovada pelo último edital da Fapes/CNPq de fixação de Doutores e com verba inicial já depositada de R$ 18 mil, a pesquisa Estância Radioclimática de Guarapari aguarda um item muito importante para o início efetivo dos trabalhos: um endereço.

Nesta segunda-feira (25), os pesquisadores tem um encontro marcado com o governador Paulo Hartung para solicitar o uso do segundo andar do Radium Hotel. “Seria o endereço ideal, próximo à praia, além da ligação histórica. Muitas personalidades se hospedaram no Radium Hotel para fazer tratamento na Praia da Areia Preta. Seria um renascimento do espaço”, destaca Walter de Prá.

Segundo ele, a realização da pesquisa no Radium Hotel também poderá acelerar as obras de restauração do local. Há recurso já separado de R$ 8 milhões vindos do Ministério do Turismo, mas o projeto ainda precisa de algumas adequações antes do edital ser lançado pela Secult.

“Se a autorização não sair, infelizmente teremos que buscar apoio da iniciativa privada porque o que temos em caixa é para comprar apenas os primeiros equipamentos. Precisamos de pelo menos cinco cômodos: um para transformar em alojamento e os demais para a realização dos ensaios e medições”, completa De Prá que revela também ter procurado apoio da Prefeitura de Guarapari. “Eles informaram que não poderiam fazer nada pela pesquisa”, lamenta.

Enquanto isso, eles continuam com o planejamento. Em outubro, está prevista a chegada de dois físicos de São Paulo para avaliar as emanações de radônio e torônio, gases produzidos pela areia monazítica. “Isso será necessário para depois elencarmos quais são as aplicações da areia monazítica para tratamentos de saúde. Para isso, também convidamos profissionais para realizar os ensaios clínicos, como médicos reumatologistas, dermatologistas, fisioterapeutas, entre outros. Quem tiver interesse, é só nos procurar pelo Departamento de Física da Ufes”, convida Fábio Lazzerini.

Se comprovado os efeitos terapêuticos das areias monazíticas, Guarapari poderá ser incluída no roteiro nacional e internacional do turismo de saúde e de bem estar e buscar a autorização da Anvisa para que os médicos brasileiros possam prescrever a cidade no tratamento terapêutico e medicinal.

“Guarapari é o lugar onde há a maior ocorrência de radioatividade natural do mundo e é o único lugar das Américas no qual pode haver uma estância radioclimática”, afirma Lazzerini. “É importante que profissionais da saúde se interessem também pelo assunto para poderem, no futuro, recomendar o uso adequado aos pacientes”.

Para o pesquisador, a aposta no turismo de saúde pode ser importante para o desenvolvimento do município. “Esse tipo de turismo é o segundo que mais fatura no mundo e o que mais arrecada per capita, principalmente pelo público ser formado, em sua maioria, por idosos. E também há vantagens na aquisição de recursos extras, como a obrigatoriedade de destinação de verbas estaduais e federais, conforme previsto na Constituição de 1937”, conclui.

[box style=”0″] Turismo de bem-estar. O turismo de bem-estar é relativamente novo como segmento da indústria de viagens e turismo, mas a sua prática já existe há milênios. Desde os tempos antigos, as pessoas têm visitado o Mar Morto por suas propriedades terapêuticas. Os romanos também construíram banhos e spas para tratamentos de saúde, purificação e outros rituais. Por 1.500 anos, os japoneses também têm usado as fontes termais em busca de cura e bem-estar. E Guarapari tem tudo para entrar neste negócio multimilionário.

Segundo levantamento da SRI Internacional, o segmento turístico focado no bem-estar e saúde representa 6% de todas as viagens e 14% das receitas com turismo nacional e internacional. A estimativa de crescimento é de 9% até 2017, quase o dobro que o turismo mundial em geral.

As previsões de crescimento para os diversos produtos relacionados com o turismo de bem-estar 2020 é colocada acima de 111%, especialmente no caso de tratamentos preventivos, como resultado da crescente tendência da sociedade para manter um estilo de vida saudável . [/box]

Anúncio
Anúncio

Veja também

O projeto também divulgará o trabalho de artistas locais, que encontram dificuldades em manterem-se durante a pandemia. Foto: Divulgação

Coletivo transforma rede social em vitrine para pequenos negócios de Guarapari

O Sinestesia – Criatividade Coletiva decidiu usar o próprio perfil no Instagram, que conta com mais de mil seguidores, para evidenciar artistas e pequenos empreendimentos locais afetados pela pandemia

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra 10 novos casos e mais 5 curados

Ao todo, o município contabiliza 161 infectados; Desses, 116 já estão curados

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Profissional da saúde com Covid-19 é encontrada trabalhando em Guarapari

Descumprir o isolamento é infração sanitária e pode ser enquadrado como crime contra a saúde pública

civilpm

Policiais prendem um suspeito de assalto e outro de tentativa de homicídio em Guarapari

Anúncio
wendel1

Vereador de Guarapari poderá ser condenado a devolver dinheiro e a pagar multa

MPC pede condenação de Wendel Lima, então presidente da Câmara em 2017, por autorizar despesas sem interesse público

capa jose luiz

Médico que mora em Guarapari vence a Covid-19 e compartilha luta contra o vírus

“A gratidão é por uma nova chance da vida. A missão dele como médico ainda não acabou”, declarou a esposa e aliada de batalha