Anúncio

Areias Monazíticas em Guarapari: Pesquisadores comprovam que radioatividade não é maléfica ao organismo

Por Sara de Oliveira

Publicado em 4 de dezembro de 2019 às 16:09
Atualizado em 4 de dezembro de 2019 às 16:12
Anúncio

O resultado do estudo derruba a linha de pesquisa que acreditava que a radioatividade natural poderia causar malefícios.

Foto: Arquivo.

Os pesquisadores que estão estudando os efeitos da radioatividade natural em Guarapari comprovaram cientificamente que ela não faz mal ao organismo. O resultado dos estudos está em processo de avaliação para ser publicado na revista Internacional Journal of Radiation Biology, que registra pesquisas sobre os efeitos da radiação na biologia.

Para chegar a essa conclusão, foram feitas experiências com ratos, com o objetivo de verificar os efeitos da radioatividade natural no organismo. Durante a coleta dos dados, feita pelas doutoras Sônia Alves Gouvea e Jacyara Soares, foi percebido que os animais não sofreram nenhuma alteração negativa.

Marcos Tadeu Orlando, coordenador da pesquisa, doutor em física nuclear e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), explica que esse resultado comprovado derruba linhas de pesquisas que acreditavam que a radioatividade poderia causar malefícios ao organismo. “Se contrapõe a muitas literaturas sobre o assunto”, afirma.

O próximo passo é descobrir se a radioatividade poderia diminuir a progressão do câncer. Por isso, mais estudos têm sido feitos com ratos. “Vamos saber quais efeitos a radioatividade tem sobre a doença”, explica o pesquisador.

De acordo com Marcos Tadeu, a publicação da pesquisa em uma revista científica internacional divulga os estudos a nível mundial. “Tá levando o nome do estado e principalmente de Guarapari. Inclusive, pesquisadores argentinos já se interessaram pelos estudos”, declara.

Workshop

Workshop realizado no último final de semana em Meaípe. Foto: Divulgação.

A novidade foi divulgada no 2º Workshop sobre Areias Monazíticas, realizado em Meaípe nos dias 29 e 30 de novembro. O encontro contou com a presença de pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e da Universidade de São Paulo (Usp), empresários, além de vereadores e outras autoridades políticas.

Durante o evento também foi realizado um debate sobre o Selo Bandeira Azul para a Praia de Meaípe. Esse certificado internacional promove o desenvolvimento sustentável de praias, e é dado a locais que alcançam padrões como qualidade da água, segurança, gestão e educação ambiental.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Dezembro Vermelho: Campanha de conscientização HIV/Aids

Dezembro Vermelho: mês de conscientização e prevenção ao HIV/Aids

Campanha nacional foi instituída pela Lei 13.504, de 2017

imagem ilustrativa MEI

Artigo: É possível a contratação de um funcionário como MEI?

Anúncio
Anúncio
coronavírus-550x309-1

Mapa Covid-19: Guarapari permanece em Risco Moderado

Deputado Estadual Sérgio Majeski. Foto: Ellen Campanharo/Ales

Deputado reforça atuação em prol de compra de computadores para profissionais da educação

Anúncio
Ambulante em Anchieta

Anchieta começou hoje (4) cadastro de ambulantes para atuar no verão

Cadastramento começou hoje (2) e vai até a próxima terça-feira (8)

chuva

Inpe emite aviso de chuvas fortes e vendaval para as cidades de Alfredo Chaves e Anchieta

Temperaturas seguem altas, entretanto

Anúncio