Anúncio

Artigo: Guarapari sem comunicação

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 21 de outubro de 2018 às 15:00
Atualizado em 19 de outubro de 2018 às 16:31

Anúncio

*Coluna Antônio Ribeiro

Nada a ver com as operadoras de telefonia, nem com as emissoras de TV, rádios e outros meios. Como elaboro semanalmente a Guaragenda, onde divulgo gratuitamente por whats app os principais eventos acontecendo na cidade, muitas vezes constato problemas de comunicação na Cidade Saúde.

Para montar a agenda da semana passada, fui procurar um evento que tinha sido citado em um dos grupos que participo, que só mencionava Dedo de Prosa. Fiz uma busca no Google e me surpreendi: está na 19 edição, vários participantes famosos e a grande estrutura do SESC como local do encontro.

Artigo: Guarapari sem comunicação

Imagem: Reprodução.

Minha surpresa maior foi ver que agencias de Minas Gerais é que anunciavam o evento e eu que acompanho tudo o que acontece por aqui, não havia visto divulgação local ou mesmo alguma chamada nos grupos, quer dos organizadores, quer dos que fazem divulgação dos eventos da cidade.

Em função disso lembrei que muitos eventos que acontecem em Guarapari, recebo divulgação na semana, quando não no dia que vai acontecer. Talvez esteja na deficiência de comunicação uma das razões para que estes eventos abertos não terem a quantidade de participantes que deveriam ter.

Para completar o quadro, antes de propor uma sugestão de solução, montei grupos de whats app para auto divulgação profissional de empresas e liberais. Já estou no quarto grupo, com mais de 350 participantes e poucos são os que usam o grupo para divulgar seus produtos ou serviços.

Como estou construindo casa, sinto a dificuldade que é encontrar o que se precisa. A maioria das empresas daqui pouco anuncia, nenhuma das mais de cinquenta que já comprei me convidou para Facebook, Instagram ou Whats App. Não me pediram e-mail e não me ligaram para oferecer algo.

Não espere que as coisas piorem ainda mais, reclamando de outros pelas dificuldades que por ventura esteja passando. Qualquer que seja sua atividade, comunique-se mais e melhor. Procure o melhor canal para seu tipo de negócio e dedique pelo menos uma hora por dia para se comunicar.

Aqueles que quiserem manter seus negócios e crescer empresarialmente, atentem à opinião de quem passou a vida inteira lidando com isso. Anunciem, divulguem e promovam seus produtos ou serviços. Só assim terão perspectiva de algo melhor, independente da mudança de governo.

(*) Administrador de Empresas pela Universidade Mackenzie de São Paulo, Especialista em Marketing pela PUC-PR, MBA em Gestão de Negócios pela FGV, Pós graduado em vendas pela ADVB.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

violência-doméstica-550x293-1

2020 teve menos denúncias e mais prisões relacionadas à violência contra a mulher em Guarapari

Para a titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Guarapari, Dra. Francini Moreschi, pandemia pode ter dificultado denúncias

coluna dom antonio rotativo (7)

Rotativo: será que emplaca?

Anúncio

Anúncio

divulgacao_ales_celular_educacao

Lei permite doação de celulares apreendidos para estudantes da rede pública

A ideia é que os aparelhos sejam utilizados para estudos e para o acompanhamento de aulas à distância

WhatsApp-Image-2021-01-23-at-15.06.18

“De Jovem para Jovem”; Sarau virtual seleciona artistas da periferia de Guarapari

Para participar é preciso ter entre 9 e 30 anos, ser morador de um bairro de periferia e ter a disponibilidade para gravar um vídeo da apresentação cultural participante.

Anúncio

rillari_7_anos-bonecas (4)

Venda de bonecas ajuda a custear tratamento da Rillari, de 7 anos

A Rillari, filha da Valéria, possui Síndrome de Edwards. Bonecas estão disponíveis na Feinartg até segunda-feira (25)

41_mapa_de_risco_es

Mapa de Risco Covid-19: Anchieta retorna para risco moderado; Guarapari não teve alteração

Na Grande Vitória, os municípios de Vitória e Viana passaram à classificação de risco baixo

Anúncio