Anúncio

Artista plástico e tatuador de Guarapari ganha dois prêmios na 6° Expo Tattoo Espírito Santo

Por Aline Couto

Publicado em 9 de abril de 2018 às 17:53
Atualizado em 9 de abril de 2018 às 18:17
Anúncio

Felype Monjardim se reinventou após a carreira no bicicross ter sido interrompida por um acidente que o deixou paraplégico

Há 4 anos, Felype Monjardim de Araújo sofreu um acidente que mudou toda a sua vida. O ex atleta de bicicross ficou sem o movimento das pernas, que o impediu de continuar no esporte em que figurava 8º do Brasil. Após muita adaptação, Felype se reinventou, estudou, aperfeiçoou e hoje é campeão de melhor piercing microdermal e segundo melhor tatuagem, tema Brasileiro, da 6ª Expo Tattoo Espírito Santo, que aconteceu mês passado em Vila Velha, onde concorreu com tatuadores de todo País.

Tatuagem ganhadora do 2º lugar na competição. Foto: Facebook Felype Monjardim.

“Trabalho com tatuagem há 12 anos, mas depois do acidente eu fui buscar mais conhecimento e não parei, estou muito mais focado. Foi muito barra pesada para um atleta sentar em uma cadeira, mas minha família e amigos me abraçaram e ninguém me abandonou. Costumo dizer que minha adaptação foi em conjunto”, relatou o tatuador.

Além das tatuagens e piercings, Felype também investiu em outro talento já aflorado, as artes plásticas. “Trabalho com isopor, fibra de vidro, resina, metais, plásticos, fui aprendendo praticamente sozinho, fazendo molduras, criando, meio autodidata. Deus me ajudou muito após o ocorrido”.

Três dias antes do 6ª Expo Tattoo Espírito Santo, o artista ainda não tinha feito sua inscrição e nem tinha uma tatuagem pronta. Foi neste momento que sua amiga e parceira de longa data entrou para ajudar. “Tudo começou como uma brincadeira, Felype me chamou para tatuar a parte de dentro da minha perna para a categoria Brasileiro. Foram três dias, primeiro dia foi uma onça na canela, no segundo subiu com uma arara e finalizou no dia, regra da competição, com um mico”, contou a atleta guarapariense profissional de bodyboard, Nívea Borghi.

Felype com os prêmios ao lado da amiga Nívea com a tatuagem ganhadora. Foto: Facebook Felype Monjardim.

“Nos conhecemos desde sempre, nossas famílias são amigas. Ele é como um irmão mais velho, sempre ouço seus conselhos. Fico muito feliz vendo ele se desenvolvendo e fazendo cada dia mais um trabalho de excelência”, acrescentou Nívea.

Felype pontuou que ainda tem muita coisa para fazer no futuro. “No meio do ano tem a 7ª Expo Tattoo Espírito Santo e no final do ano pretendo competir fora do País. É gratificante ser visto de outra forma, com outro tipo de trabalho, e ser respeitado”, finalizou.

Felype ganhou o prêmio de melhor piercing microdermal com este trabalho. Foto: Facebook Felype Monjardim.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

simonetti (4)

Loja de Guarapari arrecada mechas de cabelo para mulheres com câncer de mama

Santuário

Santuário São José de Anchieta: novos serviços garantirão uso sustentável do monumento

Anúncio
Anúncio
corona

Guarapari registra mais 28 casos do novo Coronavírus

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Anúncio
la vie (2)

Guarapari: universitária abraça sonho e troca engenharia por culinária

A estudante trabalha de forma individual e possui planos para expandir o próprio negócio alimentício

WhatsApp Image 2020-10-20 at 13.14.58

Indústria familiar de pães e bolos é exemplo de sucesso em Alfredo Chaves

Anúncio