Anúncio

Asscamarg adere a aplicativo para recolher material reciclável em domicílios de Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 2 de agosto de 2019 às 13:59
Atualizado em 2 de agosto de 2019 às 14:45
Anúncio

A associação agora faz parte da plataforma “Cataki”, que conecta geradores de resíduos aos catadores de materiais recicláveis.

O aplicativo, lançado em 1017. Imagem: Reprodução.

A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Guarapari (Asscamarg) aderiu a uma novidade que pode facilitar a destinação de resíduos sólidos em Guarapari. A associação está participando do aplicativo “Cataki”, que promove a ligação entre geradores de resíduos e os catadores. Os moradores podem entrar em contato com a Asscamarg pela plataforma, onde estão disponíveis os telefones para contato, além de informações sobre a cooperativa.

De acordo com a administradora voluntária da Asscamarg, Jadir Emilia Gegenheimer, o aplicativo está em fase de teste, mas já pode ser utilizado pelos interessados. Para a voluntária, a plataforma vai permitir que os moradores de Guarapari encontrem a cooperativa com mais facilidade. “É mais uma forma de divulgação e de saberem que a associação existe”, afirmou.

Jadir informou que, após o primeiro contato, a associação marca um horário para ir até a casa do morador para recolher o material. “Com a ligação, a gente inclui a residência na nossa rota e, dependendo do bairro, agendamos o melhor horário para ir até a casa”, destacou. De acordo com a voluntária, podem ser recolhidos materiais como plásticos duros, pets, plásticos filmes, qualquer tipo de vidro (exceto provenientes de veículos e janelas), metais, papel, papelão, entra outros.

Aplicativo

O “Cataki” foi lançado em 2017 e tem o objetivo de ajudar os usuários a encontrar catadores próximos, facilitando a destinação correta do material reciclável. Por meio da ativação da localização, é possível ver qual é o catador mais perto de você e entrar em contato através do telefone ou Whatssapp disponível. No aplicativo, também é possível ver quais são os materiais aceitos pela associação, além de outras informações sobre os catadores.

 

Asscamarg

A Asscamarg faz o trabalho com dois caminhões. Foto: Arquivo/Asscamarg.

Após recolher os materiais nas casas dos moradores, a Asscamarg faz a triagem, separação e tratamento dos resíduos. Posteriormente, empresas vão até à associação para fazer o recolhimento. Jadir informou que, por mês, 30 toneladas de material são coletadas pela cooperativa que, hoje, conta com 13 associados.

Todo trabalho é feito com apenas dois caminhões, sendo um fornecido pela prefeitura e o outro que pertence à própria Asscamrg. Edimar Astori é motorista

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

4694CA63-FE4F-4EC5-B5E2-7CFFD072E9D9

Após 27 anos, Basic Idiomas encerra as atividades em Guarapari

corona

Covid-19: Guarapari retifica óbito registrado no bairro Itapebussu

Com isso, o número de mortes registradas no município cai para 113

Anúncio
Anúncio
candidatos 10

Eleições 2020: 10 nomes foram confirmados para a disputa pela Prefeitura de Guarapari

Sol

Calor forte e altas temperaturas devem continuar em Guarapari

Em todo Estado deve acontecer uma onda de calor atípica com termômetros perto dos 40°

Anúncio
jongo

Jongo de Alfredo Chaves ganha dia municipal e é considerado patrimônio cultural

Gás2

Guarapari: Aplicativo identifica revendedora de gás mais próxima do consumidor

Anúncio