Anúncio

Banda de Guarapari entra com recurso após participação em competição nacional

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 4 de dezembro de 2018 às 17:48
Atualizado em 5 de dezembro de 2018 às 08:21

Anúncio

Os representantes alegam que uma das músicas apresentada pela banda foi julgada de forma errada.

A banda tocou no dia 24 de novembro em Recife. Fotos: Divulgação.

Após participarem do XXV Campeonato Nacional de Bandas e fanfarras que aconteceu nos dias 24 e 25 de novembro em Recife/PE , os integrantes da Banda Musical da Escola Municipal Presidente Costa e Silva entraram com recurso contestando o resultado obtido na competição. O grupo ficou em 4° lugar na categoria corporação musical na modalidade banda musical de Marcha Sênior.

Segundo o maestro auxiliar Willy Belfi, o erro teria ocorrido no julgamento de uma das músicas apresentadas pela banda. “No regulamento diz que uma das músicas tem que ser de autor brasileiro. Na apresentação nós tocamos Invicta de James Swerrigen e Trompeta de Espanha de Gilberto Gagliardi que é um arranjador brasileiro”, destacou.

O maestro auxiliar explicou que o regulamento exige apenas que o autor seja brasileiro.

A banda entrou com recurso junto ao Tribunal de Ética e Disciplina da Confederação Nacional de Bandas e Fanfarras (CNBF) logo que chegaram em Guarapari, no dia 26 de novembro. Willy explicou que 30 dias após o protocolo de recebimento, o órgão emitirá a resposta. “Nós entramos com o recurso para tentar melhorar a nota da corporação musical e do Geral”, disse.

A competição

A banda de Guarapari ficou em 4º lugar na corporação musical, 3º lugar no Regente Môr, que é o líder de uma banda de marcha, 1º lugar na baliza masculina, 4º lugar no pavilhão que é composto pelas bandeiras do Brasil, Espírito Santo e Guarapari, e 10º lugar no geral de 30 bandas. “Isso por que fomos sem a Baliza feminina”, ressaltou o maestro auxiliar.

Entre 30 bandas, a de Guarapari ficou o 10º lugar geral, além de outras colocações.

Um dos integrantes da banda, o clarinetista Pedro Henrique Rüdiger falou sobre a importância de se participar de uma competição com essa. “Tudo lá é lindo, nunca tinha ido tão longe. A banda tem proporcionado isso aos alunos, realizando até o sonho de muitos que é viajar. Lá a gente pôde mostrar nosso trabalho e dedicação de todos os ensaios e também representar nossa cidade”, contou.

Texto: Sara de Oliveira

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

vacinação covid1

Covid-19: Guarapari realiza nova ação para aplicar D2 e D3 em diversos públicos

Confira grupos especificados pela PMG que receberão imunização

lancamento-creche-guarapari-2021-10-19

Prefeitura de Guarapari autoriza construção de creche em Itapebussu

A nova sede da CEMEI Tercília Astori Gobbi terá capacidade para atender mais de 350 alunos

Anúncio

Anúncio

3 dose idosos

ES antecipa para quatro meses a aplicação da D3 contra a Covid-19

A dose de reforço está sendo aplicada em pessoas com 60 anos ou mais que já tomaram a segunda dose de qualquer imunizante contra o coronavírus

Autoglass1

Autoglass oferece oportunidades de emprego em Guarapari

Anúncio

elcy-nunes-aarao-cover-2

Morre Elcy Nunes Aarão, ex vice-prefeito de Guarapari do início dos anos 90

obras-construcao-civil-sefaz

Espírito Santo é o Estado que mais investiu durante 2021

Informação aparece em relatório divulgado pelo Ministério da Economia

Anúncio