Anúncio

Buracos e problemas tomam conta da ES-481 no bairro Lameirão

Por Carolina Brasil

Publicado em 20 de fevereiro de 2018 às 08:30
Atualizado em 20 de fevereiro de 2018 às 07:59
Anúncio

Moradores reclamam e os registros enviados à nossa redação provam que a situação da ES-481, que passa pelo bairro Lameirão, em Guarapari, é precária. A via não tem pavimentação, está cheia de buracos, com risco para pedestres e motoristas, e quando chove fica intransitável, impedindo a passagem de veículos importantes.

Situação da ES-481 no bairro Lameirão, Guarapari. Foto: Leitor

“Quando isso acontece, os ônibus e as vans escolares não passam, as crianças ficam sem ir para a escola, a população sem transporte e refém do clima. Nós já fizemos tudo que podíamos: Abaixo-assinado, protesto e até agora nada. Já perdi as contas de quantas promessas foram feitas”, desabafou a auxiliar administrativo, Leila Lopes, moradora do bairro.

“Não são só os transtornos, os buracos e a lama, o problema maior é o descaso. Não há um olhar dos órgãos públicos para o nosso bairro, lixo se acumula nas ruas, nem sequer uma drenagem para evitar os alagamentos. Estamos abandonados”, relatou Agnaldo Luiz Machiory, porteiro e morador.

Para Gil da Silva Moura, cadeirante e morador da região há 18 anos, a acessibilidade está longe. “Com tantos buracos eu já não sei nem te dizer quantas cadeiras minhas já quebraram, o quanto foi o prejuízo financeiro, os transtornos e as dificuldades ainda maiores de locomoção”, explicou.

A locomoção do Gil Moura não tem sido fácil. Foto: Leitor

Mesmo a via sendo estadual e de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem do Espírito Santo (DER-ES), os moradores protocolaram um pedido junto à prefeitura. “Pedimos uma limpeza, um paliativo, algo que minimizasse os nossos transtornos e até agora nada”, informou Josiani Stem, presidente da associação de moradores do bairro Lameirão.

Procurado, o DER-ES se posicionou através de nota:

“O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES) informa que está estudando a aplicação de revestimento com o uso do material Revsol, uma parceria com a AcelorMittal, para acabar com a lama e poeira na região. Mas ainda não é possível estipular um prazo para início dos serviços”.

A Prefeitura de Guarapari informou que os serviços já foram colocados no cronograma da Secretaria Municipal de Obras (Semop) e da Companhia de Melhoramentos e Desenvolvimento Urbano de Guarapari (Codeg) e serão realizados conforme a ordem de pedidos, sem data específica.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

rebocador

Encontrado corpo do tripulante do rebocador que afundou em Guarapari

O corpo de Eric Barcelos Rangel, de 57 anos, foi localizado no mar de Aracruz, na última segunda-feira

Fabio-Novaes-Sicoob

O que é e o que muda com Pix

Anúncio
Anúncio
nova loja EPA

Nova unidade do supermercado EPA é inaugurada em Guarapari

edital cultura Alfredo Chaves

Alfredo Chaves e Guarapari lançam Edital Emergencial para o setor cultural

Anúncio
Doação sangue Hifa2

HIFA Guarapari cria campanha de doação de sangue entre os funcionários

Por conta da pandemia, a campanha que abrangia a população está suspensa para evitar aglomeração

eleições2020

Eleições 2020: Não conseguiu votar? Veja como justificar a ausência

O prazo para justificativa de voto é 60 dias após o término de cada turno

Anúncio