Anúncio

Cadeirantes fazem protesto por falta de material na Secretaria de Saúde em Guarapari

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 18 de julho de 2017 às 17:59
Atualizado em 7 de agosto de 2017 às 18:19

Anúncio

Um grupo de cadeirantes que dependem da rede municipal de saúde se concentrou na frente da sede da Secretaria de Saúde, no bairro Muquiçaba, para pedir que se resolva o problema da falta de materiais de uso diário que pararam de ser distribuídos desde fevereiro.

Esta foi a segunda vez que o grupo foi até a secretaria em busca de soluções para a falta de uma sonda que é usada diariamente e é descartável. “Nós usamos uma média de dez sondas por dia e cerca de 200 por mês ou mais, só que desde fevereiro deste ano paramos de receber e apesar do valor unitário ser baixo na farmácia, no fim do mês acaba se tornando uma despesa muito grande”, explicou Marlon Pimentel.

Adenísio mostra a sonda que ele tem que reutilizar e uma comprada na farmácia. Desde fevereiro os cadeirantes não recebem a sonda. Foto: João Thomazelli/folhaonline.es

“Nós viemos aqui cobrar da secretária porque há cerca de 40 dias nos foi dito que iriam fazer a licitação e estaria tudo resolvido, mas ainda não foi. Queremos saber o que está se passando, já que quando a sonda era distribuída pelo Estado, nunca faltou”, reclamou Adenísio Garcias, 43 anos.

Além da falta da sonda 12, que tem uma espessura específica, os cadeirantes também pararam de receber as luvas de procedimento, xilocaína, que é um anestésico e lubrificante usado para a aplicação da sonda e até gaze.

Para conseguirem arcar com os custos, alguns dos cadeirantes acabam reutilizando a sonda, depois de ferverem e passarem vinagre, mas esta não é o correto e alguns deles desenvolveram infecções por causa desta prática. “O que nós queremos é que os nossos direitos sejam respeitados e que o município cumpra com o seu dever”, finalizou Adenísio.

Secretaria de Saúde

Depois de alguns minutos de espera, a secretária de saúde, Alessandra Gaiger, se reuniu com os cadeirantes e explicou o que estava acontecendo.

“A licitação para aquisição da sonda número 12 foi realizada, mas na hora de assinar o contrato, a empresa vencedora desistiu e teremos que obedecer os trâmites burocráticos para que a segunda colocada forneça o material”, disse a secretária.

Os cadeirantes conversaram com a secretária de saúde, que prometeu entregar as sonda ainda esta semana. Foto: João Thomazelli/folhaonline.es

Alessandra pediu desculpas aos presentes pela situação e chegou a se emocionar em determinado momento.

“Este é um direito de vocês e uma obrigação nossa. Infelizmente por causa da desistência da empresa vencedora não estamos cumprindo com nossa função, mas podem ter certeza de que nós não estamos medindo esforços para que esta situação seja resolvida o mais rápido possível”, declarou a secretária.

Gaiger informou que a secretaria tem disponíveis as sonda de número 14, que é um pouco mais grossa e que se alguns dos presentes quisessem, estariam disponíveis ainda esta semana. Pelo menos metade dos cadeirantes optou pela sonda 14, mesmo que com a espessura diferente como um paliativo. Ainda de acordo com a secretária, as sondas 12 devem estar disponíveis na próxima semana.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2021-06-18-at-13.15.02

Artigo: uma Guarapari diferente por usar melhor os seus templos ociosos

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES abre 101 vagas em cursos presenciais, com oportunidades para Anchieta

Anúncio

Anúncio

IMAGEM-DE-DESCRIÇAO-DO-ARTIGO

Artigo: empréstimo consignado não autorizado; como cessar descontos e pedir indenização

bicicleta-ciclismo-pixabay-2021-06-19

Espírito Santo tem média de cinco bicicletas furtadas por dia

A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que o índice caiu em comparação ao ano passado

Anúncio

Tempo segue nublado no fim do outono em Guarapari e região

Temperaturas, entretanto, podem ficar um pouco mais altas

cover-painel-covid-19-2021-06-19

Painel Covid-19: Guarapari ultrapassa 15 mil casos, mas média de óbitos diminui

Média móvel de óbitos, que atingiu máximo de 74,9 em abril, está em 19,07

Anúncio