Anúncio

Câmara aprova ajuda à Creche Alegria e atrito entre vereadores continua em Guarapari

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 16 de março de 2017 às 18:15
Atualizado em 16 de março de 2017 às 18:15
Anúncio

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta quinta-feira (16) foi relativamente calma, se comparado com as anteriores, mas não faltou um pouco de provocação entre o vereador Dito Xaréu e Wendel Lima, presidente da Casa. Na pauta principal, os vereadores aprovaram o projeto de lei que autoriza a prefeitura a firmar parceria com a Creche Alegria e doar o valor de R$ 80 mil para a instituição.

A maioria dos vereadores comentou na tribuna da casa que este não é o valor ideal, já que o município teve que reduzir o montante doado, mas que diante da situação econômica da cidade, era o melhor que se podia fazer. Saiba mais sobre a Creche Alegria aqui.

Outros quatro projetos de lei, três que mudam o nome de ruas e praças e uma declaração de utilidade pública para a Escolinha de Futebol Bela Vista, foram entregues às comissões para serem analisados. Vinte e três requerimentos dos vereadores foram votados e aprovados por unanimidade.

Vereadores aprovaram projeto de lei que autoriza a prefeitura a ajudar a Creche Alegria. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

Vereadores aprovaram projeto de lei que autoriza a prefeitura a ajudar a Creche Alegria. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

Um destes requerimentos é o de autoria do “grupo dos cinco”, pedindo a relação nominal de todos os funcionários da Câmara desde quando a atual mesa diretora assumiu. No tempo reservado aos vereadores, Dito Xaréu, que foi um dos parlamentares que assinaram o requerimento, disse:

“Mesmo sem citar nomes, muitos me procuraram para pedir que deixassem certo funcionário da Câmara em paz, porque era gente boa. E esta semana foi publicado no Diário Oficial dos Municípios a exoneração retroativa de um servidor comissionado”, disse o vereador.

Logo depois da sessão, a reportagem do Folha da Cidade procurou o presidente da Casa, Wendel Lima, para comentar sobre as declarações de Dito. “Eu tenho o direito de contratar e demitir quem eu quiser. O funcionário não atendeu às expectativas e foi dispensado. Sobre o fato de ser retroativo, é normal, já que não dá para publicar no mesmo dia da demissão”, explicou o presidente.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Rotativo distribui orientações de uso aos motoristas de Guarapari

A empresa deve iniciar os trabalhos em até seis meses, e panfletos com orientações foram distribuídos hoje (23)

ufes-divulgação-folha-vitória

Ufes abre vagas com salários de até R$ 5,8 mil

No total, profissionais de nove áreas poderão se candidatar às oportunidades; veja como se inscrever!

Anúncio
Anúncio
coqueiro-beco-da-fome (2)

Coqueiro é envenenado em Guarapari; comerciante que cultivava lamenta

Foto: Hamilton Garcia

Guarapari está entre os municípios que mais abriram empresas durante à pandemia

Anúncio
mulher

Qualificar ES abre 5.500 vagas em cursos on-line exclusivos para mulheres

Ailana Vilela_capa

“Força Local é uma oportunidade para estimular o empreendedorismo”, afirma gerente da Samarco

Anúncio