Anúncio

Câmara aprova projeto que beneficia quem deve mais de meio milhão para a prefeitura

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 22 de agosto de 2017 às 18:29
Atualizado em 8 de setembro de 2017 às 18:43

Anúncio

Em mais um episódio claro da submissão da Câmara de Vereadores de Guarapari às vontades da prefeitura, 11 dos 17 vereadores votaram à favor, sem emendas, do Projeto de Lei 108/2017 que institui o Programa Especial de Conciliação  Tributária no município.

O programa prevê a possibilidade de negociação, e até perdão, de juros e multas de dívidas de empresas que atuem no município, cujos débitos sejam acima de R$ 500 mil. Os vereadores Grijó, Thiago Paterlini e Dr. Rogério Zanon bem que tentaram colocar emendas no projeto, mas foram rechaçados nos votos.

A emenda de Rogério Zanon previa que o benefício da renegociação das dívidas fosse estendido também para os pequenos comerciantes, que devem menos do que meio milhão ao município.

Por 11 votos a 5, Câmara aprova projeto que beneficia quem deve mais de meio milhão para a prefeitura. Foto: João Thomazelli/folhaonline.es

Já a emenda proposta por dois dos três membros da Comissão de Economia e Finanças, Thiago Paterlini, relator, e Grijó, presidente, previa que as empresas concessionárias de serviços na cidade não poderiam receber o benefício da Lei. Empresas como Eco 101, Rodosol e até mesmo a do Rotativo, podem pedir renegociação das dívidas de acordo com a Lei. Mas o apelo dos vereadores foi em vão, e as emendas foram derrubadas e o projeto foi votado e aprovado sem mudanças.

Vale lembrar que na ocasião da votação do Projeto de Lei que ficou conhecido como Lei do Habite-se, uma das emendas previa a retirada de um artigo que poderia levar para a cadeia quem não acertasse a situação com a administração. A emenda não foi aceita, mas semanas depois a própria prefeitura mandou o projeto novamente para a Câmara para que fosse retirado tal artigo.

Os vereadores que votaram a favor das emendas e posteriormente contra o projeto, já que na visão deles, da forma que está, será prejudicial para o município foram: Denizart Luiz (PSDB), DR. Rogério Zanon (PRP), Lenon Monjardim (Podemos), Marcos Grijó (PDT) e Thiago Paterlini (PMDB).

Os que votaram conforme a vontade da prefeitura foram: Clébio Brambati (PTB), Dito Xaréu (Solidariedade), Ênis Gordinho (PEN), Fernanda Mazzelli (PSD), Gilmar Pinheiro (PSDB), Kamilla Rocha (DEM), Paulina Aleixo Pina (PP), Rosangela Loyola (PDT), Alexander Bigossi (PDT), Oziel de Souza (PSC) e José Preto (Podemos).

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

rematricula

Termina amanhã (30) o período para rematrícula na Rede Estadual de Ensino do ES

onibus_lorenzutti_guarapari

Duas linhas de ônibus que atendem a zona rural de Guarapari terão alteração de itinerários

Anúncio

Anúncio

Breno natação11

Nadador de Guarapari conquista quatro ouros e uma prata nas Paralimpíadas Escolares 2021

rifa-beneficente-pedrovidal1

Adolescente de Guarapari com cirurgia em atraso recebe apoio e novo prêmio para rifa

Anúncio

compras_natal_1-770x470

Natal Premiado com R$ 15 mil de premiação em Anchieta

IPVA-2016-Romero

Governo do ES divulga datas para pagamento do IPVA 2022

Anúncio