Anúncio

Câmara pode ter expediente integral e sessões à noite

Por Gabriely Santana

Publicado em 30 de dezembro de 2016 às 13:00
Atualizado em 30 de dezembro de 2016 às 13:00

Anúncio

Às vésperas da posse para prefeito e vereadores, um assunto que tem movimentado os bastidores políticos de Guarapari é a eleição para presidente da Câmara de Vereadores que terá chapa única. Na noite desta quinta-feira (29), o vereador eleito e mais votado, Wendel Lima, deu uma coletiva no Siribeira para apresentar a chapa “Construindo uma Nova História”.

img_9472Com um total de 12 aliados, Sandro Bigossi será o 1º vice-presidente, Thiago Paterlini o 2º vice-presidente, Oziel Souza o 1º secretário e. Fernanda Mazelli a 2ª secretária. Em seu discurso, o futuro presidente disse que quer o avanço de Guarapari, transparência e diálogo. “Não temos nada contra colegas que queiram montar outro projeto. Posterior a eleição nós agiremos para não dividir a Casa e o diálogo sempre vai prevalecer”, disse Wendel que conta com o apoio dos partidos PSD, PTB, PSC, DEM, PDT, PMDB, PP e PTN.

Questionado sobre as ações e mudanças na Câmara, Wendel disse que é consenso de todos os vereadores alterar o horário da sessão para a noite (19h) como era até 2012. “Nosso grupo vai caminhar de acordo com o interesse do que for melhor para a população”, enfatizou. O vereador também falou sobre economia e corte de gastos. “Seremos pé no chão para auxiliar o executivo, incentivar redução de gastos”.

Corre também a informação que a Câmara deve voltar a funcionar em período integral. Uma equipe vai trabalhar das 8h às 14h e outra das 12h até às 18h.

Fechados com o executivo?

A composição da chapa e do grupo conta com vereadores que se elegeram na oposição ao prefeito eleito, Edson Magalhães. E sobre esse assunto, Wendel foi categórico. “Existe uma diferença de ser aliado e de ser subordinado, minha vida política não iniciou com Edson Magalhães, e eu optei em estar com Edson porque vi nele uma opção para o município. Não teremos dificuldade em trabalhar juntos (vereadores e prefeito)  porque a eleição ficou para trás, agora é pensar no futuro. Nossa chapa não será omissa nem subordinada ao Executivo vamos trabalhar pelo bem do povo”.

Durante a reunião, estavam presentes 10 dos 12 vereadores que apoiam Wendel. Além de Fernanda, Oziel de Sousa (PSC), Thiago Paterlini (PMDB), Kamilla Rocha (DEM), Lennon Monjardim (PTN), Sandro Bigossi (PDT), Clébio Brambati (PTB), Marcos Antônio Grijó (PDT), Ademir Pereira – Zé Preto (PTN), Paulina Aleixo Pinna (PP) e Rosângela Loyola (PDT) estariam com Wendel.

Grijó e Rosangela (PDT) não puderam comparecer, mas foram representados pelo presidente do partido, Toninho Stein. Ele avaliou como positivo, o apoio à chapa e a Wendel mesmo ele sendo o principal aliado de Edson Magalhães. Durante a campanha, Stein foi o autor da denúncia contra Edson Magalhães no Ministério Público. Na época Toninho protocolou uma representação que enquadrava Edson na Lei da Ficha Suja.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

acidente br101 1

Grave acidente deixa uma pessoa morta e três feridas em Guarapari

Segundo o Centro de Controle Operacional (CCO) da Eco101, concessionária que administra a via, o acidente aconteceu por volta das 07h15

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES: últimos dias para inscrições de curso em Guarapari

Anúncio

Anúncio

Rua Safira, Setiba1

Rua pavimentada há seis meses alaga sempre que chove; moradores pedem solução em Guarapari

destaques pm

10º Batalhão homenageia destaques operacionais e transferidos para reserva em Guarapari

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Covid-19: Guarapari abre novo agendamento para pessoas acima de 50 anos

edson-1024x683

Guarapari: TCE-ES recomenda rejeição das contas de Edson Magalhães do ano de 2018

Anúncio