Anúncio

Câncer é a principal causa de morte por doença em crianças e adolescentes

Por Hamilton Garcia

Publicado em 4 de fevereiro de 2017 às 17:30
Atualizado em 3 de fevereiro de 2017 às 12:17
Anúncio

cancer infantil

O dia 4 de fevereiro é marcado como o Dia Mundial do Câncer, data que representa um alerta sobre a doença, que mata 8,3 milhões de pessoas por ano no mundo. O tema escolhido pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) para a campanha deste ano é o câncer infantojuvenil, principal causa de morte por doença em crianças e adolescentes no Brasil.

No Espírito Santo, a Associação Capixaba contra o Câncer Infantil (Acacci) apoia o debate proporcionado pela data, como forma de alertar pais e responsáveis para ficarem atentos aos primeiros sinais e sintomas da doença. Com diagnóstico precoce e tratamento adequado em centros especializados, cerca de 80% das crianças acometidas pela doença podem ser curadas.

Segundo dados do Inca, entre 2009 e 2013, o câncer foi responsável por cerca de 12% dos óbitos na faixa de 1 a 14 anos, e 8% de 1 a 19 anos. No Brasil, foram registradas 2.724 mortes por câncer infantojuvenil em 2014 (ano mais recente com informações compiladas). O instituto estima a ocorrência de 12.600 novos casos de câncer na faixa etária de zero a 19 anos em 2017.

O chamado câncer infantojuvenil inclui, na verdade, vários tipos de câncer. As leucemias representam o maior percentual (26%), seguidas dos linfomas (14%) e tumores do sistema nervoso central (SNC) (13%).

De acordo com o Inca, as diferenças entre os cânceres infantis e de adultos consistem principalmente nos aspectos morfológicos (tipo do tumor), comportamento clínico (evolução) e localizações primárias. Nas crianças e nos adolescentes, a neoplasia geralmente afeta as células do sistema sanguíneo, o sistema nervoso e os tecidos de sustentação. Nos adultos, as células epiteliais, que recobrem os órgãos, são as mais atingidas.

Segundo a oncologista pediatra Gláucia Perini Zouain-Figueiredo, os sinais do câncer na infância muitas vezes são imprecisos. “Diante de qualquer sinal ou sintoma suspeito, a criança ou o adolescente deve ser avaliado pelo médico, lembrando que em uma primeira consulta pode não ser levantada a suspeita de câncer, já que se trata de doença infrequente, com sinais ou sintomas comuns a doenças benignas muito mais prováveis. Caso os sintomas persistam, a criança ou o adolescente deve retornar ao médico”, destaca Glaucia.

Ela alerta ainda que é importante lembrar que os sinais e sintomas costumam vir associados e são progressivos e o diagnóstico deve ser feito pelo médico. Existem diversas manifestações que se constituem em sinais e sintomas de alerta. Confira abaixo alguns deles e fique atento:

 Principais sinais e sintomas:

– Palidez progressiva;

– Sangramentos ou manchas roxas sem relação com traumas;

– Febre prolongada, sem causa definida;

– Vômitos e dores de cabeça persistentes, principalmente pela manhã.

– Alteração da marcha ou da visão ou diminuição da força em pernas ou braços

– Caroços em qualquer lugar do corpo;

– Ínguas que não resolvem;

– Dores no corpo que não passam e atrapalham as atividades das crianças;

– Brilho branco nos olhos quando a criança sai em fotografia com flash.

Sobre a Acacci

acacciCriada em março de 1988, a Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (Acacci) é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que tem como objetivo oferecer a crianças e adolescentes com câncer condições dignas de assistência e tratamento.  Sua casa de apoio, localizada em Jardim Camburi, Vitória, tem capacidade para abrigar até 30 pacientes com seus acompanhantes.

A Associação desenvolve várias ações sociais, que oferecem aos seus atuais 700 usuários suporte nas dimensões física, social, econômica, psicológica e espiritual.  Após auditoria realizada pela Certificadora Conceitos Serviços de Certificação Ltda., de São Paulo, a Acacci recebeu, em julho de 2016, a recertificação NBR ISO 9001:2008, norma que especifica requisitos para o Sistema de Gestão da Qualidade.

Fonte: Accaci

 

Anúncio
Anúncio

Veja também

biometria

TSE decide retirar biometria das eleições 2020 por causa da pandemia

Decisão foi tomada com base em recomendação de infectologistas, já que o leitor de digital não pode ser higienizado frequentemente

pmdrogas1

PM apreende grande quantidade de drogas e armas de fogo em Guarapari

Anúncio
Anúncio
tartaruga2

Tartaruga de aproximadamente 100kg é encontra morta na Praia de Guaibura em Guarapari

Uma moradora da região encontrou o animal nesta manhã (15) na areia da praia

108319221_agencia-brasil_carteiradetrabalho

Sine Anchieta divulga mais de 40 vagas; 32 com atuação na área da Samarco

Dentre as vagas de emprego anunciadas, há oportunidades para moradores de Anchieta, Guarapari, Piúma, Iconha e Alfredo Chaves

Anúncio
Imagem Ilustrativa | Foto: Reprodução

Casas espíritas do ES oferecem amparo emocional durante pandemia

O atendimento fraterno é disponibilizado todos os dias da semana, das 08h às 22h, através do telefone (27) 3300-5000

Foto: Reprodução

Mais 4 óbitos e 25 novos casos da Covid-19 em Guarapari

Ao todo, o município registra, hoje (14), 1.362 casos confirmados e 68 óbitos

Anúncio