Anúncio

Caranguejo-uçá retorna ao manguezal de Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 29 de março de 2019 às 10:35
Atualizado em 29 de março de 2019 às 10:53
Anúncio

O último registro oficial de visualização da espécie no local foi há cerca de 30 anos

De acordo com informações do agente de desenvolvimento ambiental e recursos hídricos do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), que também é gestor da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Concha D’ostra, Georges Mitrogiannis Costa, os caranguejos-uçá estão de volta ao manguezal localizado numa área conhecida como “Parque Linear”, entre os bairros Kubitschek e Concha D’Ostra, em Guarapari.

Foto: Reprodução.

Ainda segundo as informações de Georges, depois de um longo período, em torno de 30 anos, o repovoamento do manguezal vem sendo feito por caranguejos-uçá, conhecido por sua coloração azulada, arroxeada ou avermelhada, juvenis e isso significa que esses indivíduos estão voltando ao local mesmo após o evento reprodutivo. Esse processo é lento, mas serve como um sinal de resposta da natureza para a recuperação da área.

Segundo Mitrogiannis, o Iema, em parceria com a Prefeitura de Guarapari, realizou ações de intervenção para evitar a degradação do manguezal. Entre elas, o aumento da fiscalização tanto das empresas poluidoras da região, quanto do lançamento de esgoto in natura no manguezal. A própria construção do Parque Linear colaborou para frear a degradação.

“Percebemos, até por relatos dos próprios moradores, que há 30 anos não ocorria a andada do caranguejo naquele manguezal e, neste ano, presenciamos uma andada muito grande, principalmente de indivíduos juvenis”, comentou Georges Mitrogiannis.

A andada ocorreu no começo de fevereiro deste ano e os técnicos do Iema ficaram surpreendidos com a rapidez com que o manguezal se regenerou devido às intervenções realizadas.

Defeso

O último defeso da andada do caranguejo-uçá deste ano será de 7 a 14 de abril. De acordo com a Portaria 034-R de 26 dezembro de 2018, fica proibida a captura, manutenção em cativeiro, transporte, beneficiamento, industrialização, armazenamento e comercialização do caranguejo-uçá, bem como de suas partes isoladas. A proibição visa à preservação e a reprodução da espécie, assim como a recomposição da fauna, evitando o desequilíbrio do ecossistema.

*Com informações: es.gov.br

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Guarapari totaliza 50 mortes pela Covid-19; 25 pacientes estão hospitalizados

3 mortes foram registradas nas últimas 24h; Índice de letalidade da doença no município sobe para 4,48%

Bruna grávida de Arthur. Foto: Arquivo Pessoal

Guarapari: Após perder o filho, mãe grava vídeo incentivando doação de sangue

Grata pelas transfusões sanguíneas que permitiram que Arthur vivesse 71 dias, Bruna Guerini criou uma campanha para salvar vidas

Anúncio
Anúncio
festacasagrande

Casagrande diz que vai acionar na Justiça quem divulgou fake news sobre festa

Vídeo mostra o governador em uma festa junina com informação de que seria neste ano, mas celebração aconteceu em 2017. O disseminador do vídeo já foi identificado e nesta semana deve ser acionado

Foto: Divulgação/Rodrigo Araujo

Alfredo Chaves recebe primeiro Centro de Distribuição de Revsol do ES

O produto é utilizado no revestimento de estradas e vai contribuir com a melhoria das vias rurais e vicinais em municípios do Estado

Anúncio
homicidiomuquiçaba

Policiais civis de Guarapari prendem suspeito do homicídio em Muquiçaba

DemonstraÁ¿o do uso da urna eletrÙnica para as eleiÁ¿es de 2006.

Advogado de Guarapari fala sobre as novas datas das eleições 2020

A determinação dos novos prazos foram definidas na última quinta-feira (02), através de votação no Congresso Nacional.

Anúncio