Anúncio

Alerta Guarapari: Celulares roubados podem ser bloqueados

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 4 de janeiro de 2020 às 16:00
Atualizado em 4 de janeiro de 2020 às 15:01
Anúncio

Polícia Civil mostra como se proteger e a forma de proceder caso tenha o aparelho roubado

A vítima deve informar ao policial o interesse no bloqueio do aparelho no ato do registro do Boletim de Ocorrência. Fotos: Arquivo/Folha

Segundo dados de uma pesquisa da Mobile Time, metade dos brasileiros já teve o celular furtado ou roubado. Se você tiver o seu aparelho subtraído em um assalto, saiba que é possível proteger seus dados e colaborar para a redução do número de roubos ao bloqueá-lo. A Polícia Civil do Espírito Santo tem um convênio com as operadoras de telefonia móvel em atividade no Brasil, de forma que é possível realizar o bloqueio do aparelho celular roubado, no momento do registro da ocorrência.

Para que o bloqueio seja possível, é preciso possuir: número do telefone roubado/furtado com DDD; nome do proprietário do aparelho cadastrado na operadora de telefonia móvel; CPF ou CNPJ do proprietário do aparelho cadastrado na operadora de telefonia móvel; data e local do furto ou roubo; e número de série (IMEI) do aparelho. O IMEI pode ser obtido ao digitar *#06# , no celular. Entretanto, o procedimento pode ser realizado sem esta informação, caso a vítima não a possua.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima deve informar ao policial o interesse no bloqueio do aparelho no ato do registro do Boletim de Ocorrência. Então, a informação é encaminhada para a operadora de telefonia que fará o bloqueio. O prazo médio para a operação varia entre 24 e 72 horas a partir do registro do boletim. Cabe ressaltar que a vítima pode ativar a mesma linha em outro telefone. E, caso recupere e queira desbloquear o aparelho, basta comparecer à mesma delegacia onde houve o registro, e fazer a solicitação de desbloqueio.

Polícia Militar faz alerta para evitar os roubos.

Prevenção de roubos

Entretanto, é possível proteger-se para evitar roubos. Segundo o Capitão Rodrigo Lourencini, do 10º Batalhão da Polícia Militar de Guarapari, é fundamental que adolescentes, mulheres e idosos não andem sozinhos. “Orientamos que estejam sempre acompanhados e não ostentem objetos de valor, como braceletes, colares, relógios ou celulares”. Além da discrição, recomenda-se evitar locais pouco movimentados. Quando se trata da praia, ambiente muito frequentado no período do verão, outra orientação é não deixar objetos de valor na areia, mesmo que por pouco tempo.

Caso, apesar do cuidado, ocorra o assalto, não reaja. “É importante manter a calma e, logo depois, ligar para o 190 ou pedir ajuda de pessoas na rua para que realizem a ligação”, salienta o Capitão Lourencini. O próximo passo é registrar o boletim de ocorrência. Nesse momento, ter características do indivíduo, como vestimenta, tatuagens, brincos e especificações físicas, pode aumentar as chances de que os objetos sejam recuperados.

 Texto: Nicolly Credi-Dio

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

juliate

Cantora de Guarapari é alvo de ataques racistas na internet e família cobra justiça

Familiares formalizaram a denúncia e esperam que o autor do crime seja responsabilizado

Foto: Reprodução

Sesi e Senai ES estão com inscrições abertas para cursos online gratuitos

Os cursos do Senai possuem carga horária de 14h e abrangem as áreas de Automotiva, Construção Civil, Energia, Gestão, Informática, Logística, Meio Ambiente, Metalmecânica, Segurança do Trabalho, entre outras

Anúncio
Anúncio
multiplique2

Pizza Solidária: dinheiro arrecadado vira cestas básicas para famílias carentes de Guarapari

A ação acontece desde março e já gerou doação de quase quatro toneladas de alimentos

camara-2-550x482

Vereadores aprovam isenção de IPTU para ONGs de Guarapari

Anúncio
Captura de tela 2020-09-17 164812

Campanha do Hifa Guarapari arrecada máscaras para pacientes e acompanhantes

“Doe máscaras salve vidas” conta com a solidariedade em meio a pandemia

educação

Alfredo Chaves é um dos municípios capixabas com melhor desempenho no Ideb

A cidade destacou-se por superar a meta projetada para o ano de 2019 e por estar classificado nas primeiras posições no ranking estadual

Anúncio