Anúncio

Coletivo cria projetos para promover cultura e arte em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 24 de dezembro de 2019 às 10:00
Atualizado em 20 de dezembro de 2019 às 13:15
Anúncio

Atuando há seis anos, o Sinestesia – Criatividade Coletiva é um grupo formado por artistas de diversas áreas

Parte dos integrantes do coletivo Sinestesia. Fotos: Divulgação

O Sinestesia – Criatividade Coletiva é um grupo composto por artistas e produtores culturais, que promove eventos, oficinas e intervenções artístico-culturais, em Guarapari. O coletivo busca discutir a respeito das políticas culturais locais sob um olhar crítico, com o objetivo de desenvolver a produção artística, bem como ampliar o acesso da comunidade à arte e a cultura.

Fundado em 2014, o Sinestesia surgiu da necessidade de artistas locais de interagirem entre si e tornarem o próprio trabalho fonte de sustento.  “Nesse contexto de carência, alguns artistas locais se reuniram e começaram a pensar maneiras de agir diante da necessidade de criar e intervir em nossa realidade urbana tão carente de opções artísticas e culturais que ofereçam à sociedade meios de se expressar”, conta Bruno de Deus e Magnago, produtor cultural, sociólogo e cofundador do coletivo.

Hoje, o grupo conta com uma ampla lista de iniciativas.  Dentre as principais realizações, estão o Sarau Ruínas e o Skateboarding Day, ambos os eventos encontram-se na quarta edição e contam com a parceria de artistas independentes e outros coletivos da cidade. De acordo com Bruno, “Apesar das especificidades de cada um, as duas ações buscam promover junto ao morador local, arte e cultura de qualidade de forma acessível e democrática, em ótica um pouco diferenciada do padrão”.

Público em um dos eventos realizados pelo coletivo cultural.

No momento, o coletivo tem como foco “fazer com que projetos como o Sarau Ruínas e o Festival Gratidão sejam aprovados nas leis de incentivo”, diz o produtor cultural. Além disso, o grupo contribui para a implantação do Conselho Municipal de Políticas Culturais.

O Festival Gratidão, realizado pela primeira vez em novembro de 2014, na Praia de Setiba, é um projeto de circulação que pretende visitar bairros periféricos de Guarapari a fim de acessar a arte e a cultura já existentes naquele local e promover interação com ações que o próprio grupo disponibiliza. Dentre elas, estão oficinas de percussão, teatro, dança, canto e coral, estamparia e produção cultural.  Com isso, o grupo objetiva não apenas interagir com a cultura local, como também mapear e fomentar a produção artística existente.

Texto: Nicolly Credi-Dio

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

praia do morro

Atrativos de Guarapari encantam agentes de viagem e imprensa paulista

Youtuber mirim2

Nascido em Guarapari, Youtuber mirim é exemplo de interação nas redes sociais

Davi Patrocínio, de apenas 3 anos, vem conquistando a internet com vídeos explicativos sobre a doença crônica que possui, além de incentivar outros a enfrentarem as dificuldades

Anúncio
Anúncio
atacado-vem-supermercado-foto-Antônio Ribeiro

Novos mercados promovem uma mudança radical em Guarapari

A mediação como meio de solução pacífica de conflitos após a pandemia

A mediação como meio de solução pacífica de conflitos após a pandemia

Anúncio
Criolipólise-foto-Clovis-Rangel

Projeto verão: tratamentos estéticos para ficar com tudo em cima mesmo com a pandemia

teste-rapido-coronavirus-covid19-1

Alfredo Chaves, Anchieta e Guarapari elevam casos de Covid-19 e retornam ao Risco Moderado

Anúncio