Anúncio

Compre do Pequeno: Sebrae/ES cria campanha de apoio ao comércio local

A iniciativa tem por objetivo conscientizar os consumidores, incentivando-os a priorizar as micro e pequenas empresas e, assim, fortalecer a economia da região

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 12 de agosto de 2020 às 08:00
Atualizado em 12 de agosto de 2020 às 17:08
Anúncio
Imagem Ilustrativa | Foto: Pixabay

A crise econômica motivada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tem afetado diretamente os pequenos negócios. Devido às restrições de circulação de pessoas em razão do isolamento social, micro e pequenas empresas tiveram o faturamento mensal drasticamente reduzido e muitas fecharam as portas. Com o propósito de apoiar esses empreendedores, o Sebrae/ES iniciou, na última segunda-feira (10), a campanha “Compre do Pequeno”. 

De acordo com Ivair Segheto, gerente das Unidades Regionais Sul e Serrana do Sebrae/ES, a pandemia da Covid-19 tem afetado os pequenos negócios de forma nunca antes vista. Dados da mais recente pesquisa feita pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que analisa o impacto da pandemia nos negócios de pequeno porte, mostrou que, diante das restrições de circulação de pessoas no Estado, 88% dos pequenos negócios foram afetados com a diminuição do faturamento mensal; 56% dos empreendedores mudaram o funcionamento durante a crise e 34% fecharam as portas temporariamente. “Os pequenos negócios capixabas lutam para se manter de pé, buscam formas alternativas de vendas para garantir os empregos e o sustento de sua própria família”, afirma Ivair.

Com o objetivo de oferecer alternativas a esses empreendedores, o Sebrae/ES criou a campanha “Compre do Pequeno”. O gerente explica que a iniciativa pretende conscientizar o consumidor capixaba sobre o encadeamento produtivo envolvido na comercialização de um produto, ressaltando a importância de valorizar empreendedores locais e fortalecer a economia regional. “As micro e pequenas empresas representam, no Brasil, 99% do total registrado. Os pequenos negócios também respondem por mais de 50% dos empregos gerados no país. Valorizar as micro e pequenas empresas faz toda uma cadeia de empreendedores girar. Ao consumir em um pequeno negócio local, aumenta a renda no comércio, aumenta a produção na indústria, no campo, e assim, o ciclo continua, acelerando toda a economia”.

O movimento reforça ainda a importância de respeitar protocolos de saúde e segurança na reabertura gradativa da economia. Para isso, o Sebrae/ES irá orientar os empresários com a disponibilização de protocolos para vários segmentos, já alinhados com o Governo do Estado. Desse modo, a campanha pretende salvar os pequenos negócios da falência. “Os pequenos negócios são os que seguram os empregos e a renda do Estado e do país. O objetivo, neste momento de grandes desafios, é que sociedade, empresários, entidades e instituições, se unam para dar a volta por cima”, finaliza Ivair Segheto.

Mais detalhes sobre a campanha podem ser acessados em http://sebraees.com.br/compredopequeno.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

drogas Anchieta

Polícia Militar realiza apreensões de drogas em Anchieta e Guarapari

polivalente-obra-pronta

Escola de Guarapari vai ofertar 4ª série opcional em 2021

Anúncio
Anúncio
upaespaçoinaugurado (2)

Pacientes de Guarapari relatam demora na entrega dos resultados de exames para COVID-19

Espera chega a beirar prazo do isolamento indicado para casos confirmados

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Centro de Guarapari deve receber rotativo em 2020

Anúncio
SAMSUNG CAMERA PICTURES

Rotativo distribui orientações de uso aos motoristas de Guarapari

A empresa deve iniciar os trabalhos em até seis meses, e panfletos com orientações foram distribuídos hoje (23)

ufes-divulgação-folha-vitória

Ufes abre vagas com salários de até R$ 5,8 mil

No total, profissionais de nove áreas poderão se candidatar às oportunidades; veja como se inscrever!

Anúncio