Anúncio

Comutran define aumento de passagem para R$ 3,30 em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 27 de fevereiro de 2019 às 13:55
Atualizado em 27 de fevereiro de 2019 às 14:13
Anúncio

O reajuste foi definido na manhã de hoje em uma reunião do Conselho Municipal de Trânsito (Comutran).

A passagem passará a custar R$ 3,30. Fotos: Folha Online.

Na manhã de hoje (27), o Conselho Municipal de Trânsito (Comutran) decidiu pelo reajuste na passagem de ônibus em Guarapari. Na reunião foram levantadas três propostas, mas o valor definido foi o de R$ 3,30, proposto pelo município. O aumento só valerá quando for decretado pelo prefeito, Edson Magalhães, e publicado no Diário Oficial.

Cláudia Martins, Secretária de Postura e Trânsito explicou como o valor foi definido. “A empresa havia feito duas propostas de 55% e 35%, que não foram aceitas pelo município. Então começamos a coletar dados para levantar uma outra proposta. Com base no consumo, salário, gastos com a frota, consumo de diesel, chegamos ao valor de 6,27 % de aumento, pois a passagem tem que ser atender à condição social do consumidor e ser suportada pela população”, enfatizou.

A reunião aconteceu na manhã de hoje (27).

De acordo com Lúcia Novais, representante da sociedade civil, a proposta definida pelo conselho ainda afetará os usuários. “Nós tentamos minimizar o impacto que esse aumento irá causar no consumidor final. Na verdade, o justo seria ter uma frota melhor, onde as pessoas não tivessem que esperar tanto por um ônibus e tivessem mais conforto, mas nós sabemos que existem gastos, aumento de salário então nós ponderamos tudo isso.

Procuramos à empresa Lorenzzuti que enviou uma nota:

“A empresa C. Lorenzutti destaca que na reunião do COMUTRAN realizada no dia
27/02/2019 as 10 horas, os d. representantes do Município de Guarapari/ES, na pessoa da presidente do Conselho, não apresentaram a planilha técnica com o devido cálculo de apuração do reajuste tarifário, conforme dispõe o contrato de concessão.
Ao não observar tal regra a empresa entende que a reunião – e via de consequência a sua deliberação – padeceu de vício de nulidade, por descumprimento de normas legais e contratuais. A empresa ressalta ainda que o reajuste tarifário é medida anual adotada por todos as concessões de transporte público no país e que sua realização depende de regras metodológicas e matemáticas objetivas, e não de caráter subjetivo. Com a deliberação sem a utilização das regras contratuais e da respectiva planilha a deliberação do COMUTRAN imputará à empresa C. Lorenzutti um prejuízo direto e, indiretamente, às todos usuários do serviço.”

Nova Tarifa

Vale ressaltar que o reajuste só é válido após publicação, em Diário Oficial, de Decreto do Prefeito que estabelece a nova tarifa. Tal medida do Executivo leva em consideração a resolução do Comutran, que também passa por publicação.

Em 2018, passageiros foram surpreendidos com o valor de R$ 3,10 antes do decreto, apenas com a publicação da resolução do conselho, e a Empresa precisou retornar com o valor anterior até que a publicação fosse feita.

Texto: Sara de Oliveira

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

antonio capa

Guarapari: Família pede doações de sangue para idoso de 81 anos que está na UTI

Renato Antônio Massad Vieira foi internado ontem (22) e, com a escassez de sangue nos bancos, precisa de doadores

chuva

Após forte chuva, Defesa Civil identifica dois pontos de deslizamento de terra em Guarapari

Apesar disso, não há registros de famílias desabrigadas em decorrência da chuva no município

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Sine Anchieta: Mais de 90 vagas abertas com oportunidades na área da Samarco

Há oportunidades para moradores de Guarapari, Anchieta e Piúma

dna (5)

Chuva e vento destroem refeitório de fábrica, em Guarapari

Anúncio
e39d896a-88d6-4014-a632-46f2afd7a5d5

Grupo promove ação de limpeza do Rio Una em Guarapari e convida voluntários

Há 16 anos o “S.O.S Rio Una” coleta lixo sólido das margens do Rio Una, além de promover ações de conscientização

Foto: Reprodução

Covid-19: mais 27 pessoas se curam da doença em Guarapari

Anúncio