Anúncio

Confira a preparação dos candidatos a Rei Momo e Musa do Carnaval 2019 em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 31 de janeiro de 2019 às 11:28
Atualizado em 31 de janeiro de 2019 às 11:34

Anúncio

O concurso será nos dias 15 e 16 de fevereiro.

Esses são os candidatos a Rei Momo e Musa do Carnaval 2019, em Guarapari. Foto: Divulgação.

O Carnaval 2019 está logo ali. Por isso, os preparativos em Guarapari estão a todo vapor. Conversamos com os candidatos a Rei Momo e Musa do Carnaval 2019, concurso que acontecerá nos dias 15 e 16 de Fevereiro, próximo ao Radium Hotel, a partir das 20 h.

Igor Cassiano, que nasceu em Guarapari, é um dos candidatos a Rei Momo. O jovem de 24 anos, que atualmente mora em Vila Velha disse que passa o ano inteiro envolvido com o carnaval. “Eu não gosto de ficar parado, to sempre participando de um concurso. Eu estou envolvido no carnaval desde os 9 anos. Minha mãe fazia parte de uma escola de samba, minha vó costurava fantasias, então é de família”, contou.

No ano passado, Igor foi Rei Momo do carnaval de Vitória. Fotos: Arquivo Pessoal.

Representando a Escola de Samba Mocidade Alegre de Olaria, Maria Luiza Santana, de 21 anos, diz estar ansiosa para o concurso. A jovem, que mora em Guarapari, informou que é envolvida com o carnaval desde os seis meses de idade. “Minha mãe era rainha de escola de samba, ela diz que com seis meses de idade eu já estava na passarela, então estou confiante”, destacou.

Maria Luiza está envolvida com o Carnaval desde os seis meses de idade.

Ana Carolina Lannes vai representar a Juventude de Muquiçaba  e disse que a preparação tem sido rigorosa. A jovem, que desfila desde os cinco anos explicou  que ensaia todos os dias em casa e duas vezes por semana com a escola de Samba.  Ana Carolina falou sobre a importância do concurso. “É fundamental que seja realizado esse tipo de evento na cidade, pois divulga o carnaval de Guarapari, trazendo ainda mais turistas”, enfatizou.

Ana Carolina desfila desde os cinco anos de idade.

Giovane Santos é um dos candidatos a Rei Momo do Carnaval 2019, em Guarapari.

Giovane Santos é dançarino há três anos e disse que decidiu se inscrever no concurso após receber a indicação de uma amiga. O jovem, de 18 anos, nasceu em Guarapari e disse que nunca tinha participado diretamente do carnaval, mas sempre foi seu sonho desfilar em uma escola de Samba. “A ansiedade está batendo forte. Eu gosto de todos os estilos de dança, quero ter essa experiência de desfilar para ter mais conhecimento, até porque sou apaixonado por samba”, declarou.

O concurso fará parte do evento “Ensaios de Pré-Carnaval” que reunirá, no dia 15 de fevereiro, as escolas de samba, e no dia 16 de fevereiro, os blocos. Para a escolha dos campeões serão avaliados quesitos como simpatia, charme, samba no pé e traje (fantasia).

Em tempo

No último domingo (27), foi feito um desfile de apresentação dos candidatos a Rei Momo e Musa do Carnaval 2019. O evento contou com a participação de representantes das escolas de samba do carnaval de Guarapari, moradores, entidades civis organizadas, empresas parceiras da cultura no município e turistas.

*Com informações da Prefeitura de Guarapari

Texto: Sara de Oliveira.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Pacientes não conseguem medicamento para tratamento de Parkinson em Guarapari

sequelas cirurgia8

Com sequelas devido a uma cirurgia, jovem de Guarapari precisa de tratamento e mãe pede ajuda

Anúncio

Anúncio

impostos-combustiveis-gasolina-2021-09-28

Para evitar aumentos, Governo do Espírito Santo congela imposto de combustíveis

processo_seletivo-2021-04-01

Anchieta abre seleção com remuneração de até R$9 mil

Inscrições acontecem nesta quinta (30) e sexta-feira (01)

Anúncio

coronavac-instituto-butantan

Covid-19: Guarapari realiza ação sem agendamento para imunização com a vacina Coronavac

retorno creche alegria (8)

Creche Alegria retorna as atividades em Guarapari

Por conta da pandemia, as crianças assistidas pela instituição mantiveram o contato com os profissionais por meio de redes sociais e realizavam as atividades em casa

Anúncio