Anúncio

Confira as restrições válidas a partir de amanhã (18) para o setor de comércio e serviços no ES

Por Gislan Vitalino

Publicado em 17 de março de 2021 às 13:30
Atualizado em 18 de março de 2021 às 08:28

Anúncio

Foto: arquivo/ FolhaOnline.es

O Governo do Estado do Espírito Santo publicou hoje (17), no Diário Oficial o decreto N° 4838 que define medidas restritivas para o enfrentamento ao coronavírus. De acordo com o decreto, a partir de amanhã (18) todo o estado passa por um período de 14 dias com restrições de mobilidade. As medidas foram anunciadas pelo governador em uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo na tarde de ontem (16).

De acordo com o decreto, podem funcionar sem restrições, apenas as atividades consideradas essenciais. Estão listados como essenciais os serviços como supermercados, farmácias, hortifrutis, atividades industriais e agrícolas, oficinas automotivas, serviços de higiene e limpeza urbana, cuidado animal, entre outros.

O atendimento ao público de restaurantes e lanchonetes está proibido. Estes estabelecimentos só poderão atender por meio de delivery. Também não há permissão para os formatos de drive-thru ou take-away.

Dentre os setores que estão impedidos de funcionar com atendimento ao público estão os relacionados à moda, calçados, decoração e presentes, bem como o setor de cama mesa e banho.

De acordo com o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Guarapari, Aguinaldo o setor mais afetado serão os lojistas de pequeno porte, com baixa capacidade financeira. “Nós temos recebido a ligação de comerciantes e a grande preocupação que eles manifestam é com a folha de pagamentos. Além de ter gastos já reservados, algumas empresas já estão endividadas. As empresas também já realizaram empréstimos, então essa não é mais uma saída possível”, explicou Aguinaldo.

Ele teme que isso impacte negativamente, mesmo entre os setores que estão autorizados a funcionar com restrições. “Com o decreto da quarentena, o dinheiro que vai ser injetado no comércio passa a ser menor. Com isso, mesmo os serviços que vão funcionar podem ser impactados de forma negativa”, contou.

Confira o decreto na íntegra na edição de hoje (17) do Diário Oficial do Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

projeto-escola-rural-2021-09-21-1

Escola Rural de Guarapari trabalha impacto da Educação Física para outras matérias e para a vida

Trabalho envolve professores de diversas matérias e incentiva inclusão e disciplina

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

Anúncio

Anúncio

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

Anúncio

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Bairros de Guarapari terão abastecimento de água paralisado nessa terça-feira (21)

Meninos Adalberto (2)

Projeto social que acolhe crianças e adolescentes precisa de apoio em Guarapari

Anúncio