Anúncio

Conselho de Transportes aprova passagem de ônibus a R$3,60 em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 9 de janeiro de 2020 às 12:18
Atualizado em 9 de janeiro de 2020 às 13:25

Anúncio

A decisão foi tomada nesta manhã (09) com seis votos favoráveis e um contra. O novo valor só é válido após publicação do decreto do prefeito

A nova tarifa foi aprovada nesta quinta durante reunião do Comutran. Foto: Folha Online.

Membros do Conselho Municipal de Transportes (Comutran) – formado por representantes do poder público, dos sindicatos de empresas e trabalhadores, e da sociedade civil organizada, se reuniram nesta manhã e voltaram pelo reajuste de quase 9.1% na passagem de ônibus municipal. A passagem passa a custar R$ 3,60 após publicação do decreto do prefeito de Guarapari, Edson Magalhães, no Diário Oficial dos Municípios. Tal medida do Executivo leva em consideração a resolução do Comutran, que também passa por publicação. O reajuste anual é previsto na Lei Complementar Nº 002/2006

Representantes da empresa Expresso Lorenzutti, responsável pelos coletivos do município, pediram um aumento maior na passagem justificando que o valor apresentado não iria cobrir os custos da empresa. “Não estamos conseguindo renovar nossa frota e estamos sem crédito para comprar novos veículos”, relatou Núbia Lorenzutti, sócia proprietária da empresa.

O atual secretário de Postura e Trânsito – Septran, Luiz Cardozo, argumentou que um aumento maior iria prejudicar a população. “É injusto jogar em cima da comunidade essa conta. Nos anos anteriores o reajuste girou em torno de 20 a 30 centavos. Por isso sugeri o valor de R$ 3,60, para manter o padrão e ser justo”.

O aumento só é valido após o decreto do prefeito ser publicado. Foto: Arquivo

Único voto contrário ao valor do reajuste, Lúcia Novaes, presidente da Federação das Associações de Movimentos Populares de Guarapari (Famompog), acredita que um aumento de 5% seria mais justo para a população, apesar de achar que qualquer aumento irá prejudica-los. “R$ 3,50 seria menos agressivo. Mas, antes de discutirmos esse aumento, era necessário que tivéssemos pensado em questões pontuais e urgentes com relação ao transporte na cidade, como as vans clandestinas, e em um estudo de reequilíbrio econômico do contrato da Lorenzutti, já que a empresa fala que o reajuste não cobrirá os custos da mesma. Temos que avaliar a situação, o mesmo problema já dura anos”.

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

IMAGEM-DO-ARTIGO-imoveis-2021-07-23

Artigo: quatro pontos que todo locador deve saber antes de alugar seu imóvel

ifes guarapari 2

Ifes de Guarapari está com inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos

Ao todo, estão sendo ofertadas 108 vagas distribuídas entre os cursos concomitantes noturnos de Administração, Eletrotécnica e Mecânica

Anúncio

Anúncio

doacao-de-sangue-hemoes

Solidariedade x Covid-19: Hemoes precisa de mais doadores de sangue

65o-MAPA-DE-RISCO-26.07-a-01.08-1

65° Mapa de Risco Covid-19: Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves seguem em risco baixo

Novo mapa segue com apenas 6 municípios em risco moderado em todo o estado

Anúncio

Job Jiu-JitsuSDC

Projeto Social de Guarapari brilha em mundial de Jiu-Jitsu

Atletas de várias idades se destacaram em disputa realizada no Rio de Janeiro

CAFE DE LA MUSIQUE COMUNICA ADIAMENTO DAS ATRAÇÕES BEACH CLUB W

Procon notifica beach club de Guarapari para devolver valores de ingressos de shows cancelados

Anúncio