Anúncio

Conselho Federal da OAB lança APP para receber denúncias de Caixa Dois

Por Hamilton Garcia

Publicado em 11 de julho de 2016 às 11:13
Atualizado em 11 de julho de 2016 às 11:28

Anúncio

Caixa 2 OAB app

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai lançar um aplicativo para receber denúncias de Caixa Dois. No Espírito Santo, o lançamento será no evento que vai inaugurar as atividades do comitê local do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, nesta terça-feira (12), às 10h30, na sede do órgão em Vitória.

O aplicativo já está disponível para download nas plataformas Android e IOS. As denúncias realizadas são encaminhas diretamente para o Ministério Público Eleitoral (MPE) de cada estado. A triagem das informações, portanto, será realizada diretamente pelo órgão ministerial. É necessário se identificar para realizar as denúncias.

Estarão presentes no lançamento o presidente do Conselho Federal, Claudio Lamachia e a diretoria da OAB-ES. O encontro contará também com palestras de Márlon Reis, um dos autores da Lei da Ficha Limpa e do Procurador Regional Eleitoral, Vinícius Cabeleira.

Fonte: OAB-ES.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

rambutan-1

Rambutan: fruta exótica no Brasil é produzida em Guarapari

De origem asiática, o fruto é encontrado na propriedade do José Antônio Ofrante, em Rio Claro

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

Anúncio

Anúncio

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

capa_Medidor-de-velocidade-radar-FernandoMadeira-ales

Assembléia aprova lei que proíbe radares ocultos em estradas do ES

Anúncio

73o-MAPA-DE-RISCO-20.09-a-26.09

Governo do Espírito Santo divulga 73º Mapa de Risco Covid-19

vacina_es

Guarapari abre novo agendamento para terceira dose de vacina da Covid-19

Serão atendidos idosos com 60 anos ou mais que tomaram segunda dose de qualquer vacina da Covid-19 há cinco meses ou mais

Anúncio