Anúncio

Contribua com instituições que fazem a diferença em Guarapari

Por Livia Rangel

Publicado em 10 de fevereiro de 2016 às 10:57
Atualizado em 10 de fevereiro de 2016 às 10:57

Anúncio

Duas instituições que compartilham das mesmas responsabilidades: proporcionar a melhoria da qualidade de vida de pessoas com deficiência. Por meio de um atendimento multidisciplinar e humanizado, que envolve os setores de assistência social, educação e saúde, a Associação Pestalozzi e a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), atendem juntas quase mil pessoas em Guarapari.

DSC08140

Juntas, as associações atendem cerca de mil pessoas com deficiência em Guarapari.

A Pestalozzi é a responsável pelo atendimento da grande maioria. Prestes a completar 30 anos de existência, ela possui atualmente 860 matrículas de pessoas de todas as faixas etárias, que são atendidas de acordo com suas necessidades especiais. Acompanhamento médico, fisioterapia, fonoaudiólogos, psicólogos, reforço escolar, terapia ocupacional são alguns dos serviços disponibilizados aos usuários.

“Nós conquistamos uma boa estrutura ao longo do tempo, mas ainda temos planos de ampliá-la para aumentar o número de alunos. Nosso objetivo é sempre oferecer o melhor para aqueles que precisam dos nossos serviços, criamos um laço afetivo com eles”, disse Maristela Limoni, gerente clínica da instituição. Na Apae não é diferente. Lá, eles cuidam de 80 alunos e estão em obras para a construção da sede própria, que ficará no bairro Itapebuçu.

“Nossos planos são de concluir a primeira etapa da obra até julho deste ano. Assim, já poderemos nos mudar para a sede própria. Com a conclusão, pretendemos ampliar os atendimentos oferecidos”, conta a diretora da Apae, Bruna de Brito.

Para quem tanto ajuda pessoas que precisam de atenção e tratamentos especiais, há também um momento para ser ajudado. Hoje, a principal fonte de renda vem de convênios com o SUS e Sedu no caso da Pestalozzi. Já a Apae conta com o apoio dos governos estadual e municipal.

As contribuições de pessoas físicas, porém, também são parte importante para manter o funcionamento das instituições. “Precisamos de doações para finalizar nossa obra, por exemplo. Todo tipo de material de construção, acabamento, ajuda com mão de obra, é mais do que bem bem-vinda”, destaca Bruna.

[box style=”1″]

CONTRIBUA!

Pestalozzi: a instituição disponibiliza uma conta corrente para doações. Banco do Brail, CC 3977-2, agência 0924-5.  Mais informações: (27) 3361-3328.
Apae: Precisa de material de construção em geral. Contato pelos telefones (27) 3361-3300 e (27) 99829-8182.

[/box]

Reportagem: Mariana Bergamini

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp Image 2021-06-15 at 17.25.04

Em meio a pandemia, moradores registram aglomerações e até cavalgadas em Guarapari

Praça Bradesco2

Prefeitura de Guarapari justifica demora na entrega da Praça do Bradesco

O órgão alega aumento nos custos dos materiais e falta de matérias primas para o atraso. Porém, informou que pretende finalizar a reforma ainda este ano

Anúncio

Anúncio

vacina 45

Covid-19: população reclama que demora na chegada da vacina atrasou a imunização em Guarapari

Segundo relatos, a aplicação estava marcada para começar as 8h, mas só iniciou 30 minutos depois

repreentantes-comercio_contra_covid-2021-06-15

Representantes do comércio no ES se unem pela prevenção à Covid-19

Anúncio

Edital-folhaonline

Edital de citação

coworking_final_1

Com mercado em adaptação, coworking oferta espaço personalizado e flexível em Guarapari

Espaços de trabalhos compartilhados se tornaram tendência para profissionais autônomos e equipes

Anúncio