Anúncio

Cras de Santa Mônica: Projeto de reativação prevê três pavimentos e prédio todo acessível em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 29 de janeiro de 2020 às 16:39
Atualizado em 30 de janeiro de 2020 às 08:57

Anúncio

Segundo a prefeitura de Guarapari, a obra será realizada com verba do Governo Estadual, através do Fundo de Combate a Pobreza, e uma contrapartida do município

Reprodução da publicação desta manhã no Diário.

O Diário Oficial do Estado do Espírito Santo publicou nesta manhã (29) a abertura da licitação para contratação de empresa para reforma e adequação do imóvel onde serão retomados os atendimentos do antigo Cras de Santa Mônica. Em novembro do ano passado, a redação recebeu denúncia de abandono do local, onde moradores de rua estavam residindo, e acontecendo assaltos no entorno.

Procurada na época, a prefeitura respondeu que as providências estavam sendo tomadas e que um projeto estava em fase de aprovação para dar funcionalidade ao imóvel para receber o Cras de Santa Mônica. Ainda foi dito que um processo licitatório para realização da obra já estava sendo feito e a reforma seria realizada com verba do Governo Estadual, através do Fundo de Combate a Pobreza, e uma contrapartida do município.

Após a publicação desta manhã, questionamos novamente a administração pública: A divulgação de hoje é o processo licitatório falado na resposta de novembro? A reforma será realizada com qual verba? Que tipo de obra será realizado no local? O local será reativado quando? Qual a previsão de público atendido após a reforma?

As fotos do local abandonado foram enviadas em novembro do ano passado junto com a denúncia.

Em resposta, a Secretaria de Análise e Aprovação de Projetos (Semap) informou que o projeto conta com três pavimentos, salas de atendimento, almoxarifado, sala para psicólogo, assistente social, recepção, banheiros com acessibilidade, sala de artes, sala de oficina, copa, sala de informática, sala de reuniões, sala multiuso, sala de música, sala de leitura. O prédio será todo acessível, inclusive com elevador.

Sobre a verba, a administração pública reafirmou que a obra será realizada com recursos do Governo Estadual, através do Fundo de Combate a Pobreza, e uma contrapartida do município. Segundo a prefeitura, a média de atendimento mensal do Cras Santa Monica gira em torno de 250 pessoas.

O órgão finalizou dizendo que o processo licitatório foi iniciado e após a assinatura da ordem de serviço a obra será iniciada.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

mapa-de-risco-05032021

47º Mapa de Risco Covid-19: Piúma deixa risco alto e Guarapari segue em risco moderado

Nas redes sociais, Renato Casagrande alertou a população para a necessidade de cumprir os protocolos sanitários e de distanciamento

cv__2918_claudio_vieira

Projeto social de Guarapari promove festival de pipas no bairro Kubitschek

O projeto, criado por quatro amigos, existe há um ano e meio

Anúncio

Anúncio

fiscalizacao_procon_consumidor

Representante de Consórcio em Guarapari é notificado por fraude

Segundo denúncias, consumidores são enganados e levados a assinar contrato de consórcio

PC e PM

Ação conjunta prende suspeitos de homicídio em Guarapari

Anúncio

Cirurgia Pietra2

Em Guarapari, pais agradecem ajuda para cirurgia da filha com tumor no olho

A cirurgia foi bem sucedida e Pietra já está em casa

Debate-dos-Vereadores-sobre-Projeto-de-Incentivos-Fiscais_

Projeto de lei de incentivos fiscais busca retomar crescimento da economia em Anchieta

Apresentado por Renato Lorencini e outros vereadores, projeto visa conceder incentivos fiscais a empresas que instalarem ou ampliarem plantas industriais, comerciais ou de serviço no município

Anúncio