Anúncio

Cuidado! Atletas mirins também podem sofrer lesões por excesso de prática esportiva

Por Glenda Machado

Publicado em 16 de maio de 2016 às 16:50
Atualizado em 16 de maio de 2016 às 16:50

Anúncio

CAPAOs pais estão estimulando seus filhos a praticar esporte cada vez mais cedo a fim de proporcionar uma dose extra de força e fôlego para a vida. Uma medida aprovada por especialistas quando o objetivo é desenvolver as habilidades da garotada. Mas quando a brincadeira dá lugar à competitividade é sinal de alerta.

O excesso de atividades e a falta de acompanhamento médico especializado são preocupações que não devem ser desprezadas pelos pais. Muitas vezes, o destaque leva a um treinamento mais pesado e é nesse momento que aumenta o risco de sofrer uma série de lesões. É o que adverte o ortopedista pediatra Dr. Roger Frossard.

“Na maioria dos casos, as lesões estão associadas a um treinamento excessivo e à falta de preparo adequado para o exercício físico. A prevenção começa com a assistência profissional, seja de um médico ou de um preparador físico, que oriente a atividade de maneira balanceada de acordo com a faixa etária e as condições físicas de cada criança”, explica o ortopedista.

Dr. Roger ainda ressalta que o treinamento deve focar somente as habilidades motoras e cognitivas para cada idade. “Jamais deve atropelar o desenvolvimento da criança. Os pais devem estar presentes nesse processo com suporte emocional e garantindo que se respeitem as limitações dos seus filhos. Se extrapolar esse limite é onde mora o perigo”.

Embora não haja uma idade definida como a certa para iniciar a prática esportiva como atividade física, com a musculação é diferente. “Os exercícios para hipertrofia muscular não são recomendados antes da puberdade, pois pode alterar o desenvolvimento músculo esquelético”, esclarece Dr. Roger.

Uma boa opção tem sido o Pilates. “Ajuda no desenvolvimento sensório motor e interação social da criança. Vale ressaltar que é uma atividade que não envolve ganho de massa muscular”. No entanto, essa escolha deve levar em conta a individualidade de cada um. Quando o exercício também é uma fonte de prazer, mais benefícios para a saúde.

Cuidado com os riscos dos treinos em excesso e sem orientação profissional

FUTEBOL

 

Futebol – Com o aumento da competitividade e até da profissionalização precoce, aumentam as ocorrências de lesões ligamentares, principalmente nos joelhos e tornozelos .

natacao

 

Natação – As principais lesões nesse esporte envolvem a estabilidade da articulação dos ombros, podendo causar dor ou até luxações.

BALLET

 

Ballet – Nessa modalidade encontramos queixas frequentes de trauma nas articulações dos pés e tornozelos.

 

TENISTênis– São comuns casos de dor e instabilidade ligamentar, envolvendo as articulações dos membros superiores, sobretudo cotovelo e punho.

 

CORRIDACorrida – Esse esporte pode envolver lesões complexas, afetando diretamente os pés e tornozelos, podendo levar a problemas que afetem também quadris e coluna.

 

SKATE

Skate – Essa prática está muito associada a lesões por trauma devido às quedas sem o uso de equipamentos de segurança adequado.

 

BIKE

Bike – São frequentes lesões musculares nos membros inferiores e coluna devido à falta de preparo adequado e o uso de bicicleta inapropriada às dimensões corporais do atleta.

 

SURF

Surf – São comuns, problemas musculares envolvendo a estabilização da coluna e a articulação do ombro.

 

VOLEI

 

Vôlei – Por ser uma prática que aborda salto e o uso exaustivo dos membros superiores são comuns as queixas de dor crônica nos joelhos e ombros.

 

BAQUETEBasquete – Assim como no vôlei, também apresenta muitos casos de problemas envolvendo os joelhos, bem como lesões ligamentares nos tornozelos e mãos.

 

DSC02757

Quem é o Dr. Roger Frossard?

– Formado em Ortopedia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

– Especializado em Ortopedia e Traumatologia Infantil no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo

– Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)

 

Onde ele atende?

– Clínica Endocenter, Av. Davino Matos, 341, Centro – Guarapari / 27 3221-5000

– Clínica Relevium, na Rua das Palmeiras, 685, sala 605, Santa Lúcia – Vitória / 27 3025-1818

– Clínica GOES – Grupo de Ortopedia do Espírito Santo, na Rua Moema, 25, sala 1701, Divino Espírito Santo – Vila Velha / 27 3062-2282

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

acidente br101 1

Grave acidente deixa uma pessoa morta e três feridas em Guarapari

Segundo o Centro de Controle Operacional (CCO) da Eco101, concessionária que administra a via, o acidente aconteceu por volta das 07h15

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES: últimos dias para inscrições de curso em Guarapari

Anúncio

Anúncio

Rua Safira, Setiba1

Rua pavimentada há seis meses alaga sempre que chove; moradores pedem solução em Guarapari

destaques pm

10º Batalhão homenageia destaques operacionais e transferidos para reserva em Guarapari

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Covid-19: Guarapari abre novo agendamento para pessoas acima de 50 anos

edson-1024x683

Guarapari: TCE-ES recomenda rejeição das contas de Edson Magalhães do ano de 2018

Anúncio