Anúncio

DER-ES volta a Guarapari para mais uma reunião sobre a situação da orla na região de Meaípe

Por Sara de Oliveira

Publicado em 23 de agosto de 2019 às 18:09
Atualizado em 23 de agosto de 2019 às 18:09
Anúncio

No encontro, mediado pelo subsecretário estadual de turismo Gedson Merízio (PSB), foi informado que a previsão é de que em março do ano que vem um estudo seja apresentado ao governador do estado para a solução do problema.

A reunião aconteceu no Hotel Violeta, em Meaípe. Fotos: Hamilton Garcia.

 

Na manhã desta sexta-feira (23), empresários e membros da Associação dos Moradores de Meaípe se reuniram com o Departamento de Estradas e Rodagens do Espírito Santo (DER-ES) para discutir mais uma vez sobre a situação da orla de Meaípe. O evento contou com a interlocução do subsecretário estadual de turismo, Gedson Merízio, que tem mediado os debates sobre a orla. O deputado federal Ted Conti (PSB) e o diretor geral do DER- ES, Luiz Cesar Maretto Coura, também marcaram presença no encontro.

Maretto explicou que, até o final do ano, será realizado um estudo na orla de Meaípe, para ser entregue até março do ano que vem para o governador Renato Casagrande (PSB), onde estará definido o que precisará ser feito no local, além dos valores. “Este ano não tem obra do Governo do Estado, mas a gente vai conversar com a prefeitura para tentar minimizar alguma coisa aqui em conjunto. Este ano, a gente finaliza o plano de estudos. Depois vamos apresentar ao governador para que ele tome a decisão e a partir daí a gente inicia os trabalhos”, declarou.

Uma das medidas que deve constar no estudo, segundo Luiz Cesar Maretto, é o engordamento da praia, quando a faixa de areia é estendida. De acordo com o diretor, para a realização da iniciativa, será necessária uma análise da praia de Meaípe. “A questão toda é identificar a jazida, qual tipo de areia estamos lidando. Se é areia amarela, mais suja, mais escura, mais densa, mais cristalina. É esse estudo que estamos fazendo”, esclareceu.

Gedson Merízio (primeiro a esquerda), Luiz Cesar Maretto, Ted Conti juntamente com empresários e moradores da região.

O subsecretário de turismo Gedson Merízio acrescentou que os estudos iniciados pelos pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e Universidade de São Paulo (Usp) sobre o problema no local irão colaborar com o projeto do DER-ES. “Nós já temos um estudo avançado que já tem tratado da areia monazítica há algum tempo e agora da maré. Isso vai antecipar o processo do governo”, afirmou.

Segundo Merízio, as reuniões realizadas constantemente para tratar da orla de Meaípe são de extrema importância. “Isso mostra a preocupação do governo do estado com a situação que tem acontecido aqui em Meaípe. Mostra a possibilidade de o governo estar presente aqui, como esteve em outras reuniões, para que possamos definir aquilo que será feito no projeto da execução da obra” enfatizou.

Marlene Celda, líder comunitária em Meaípe, destacou que, mesmo sem a previsão de obras para este ano, a comunidade está com expectativas para uma solução duradoura. “Eu acho que agora a gente vê uma luz no fim do túnel. A gente já tinha procurado o DER-ES muitas vezes, agora vemos que vai acontecer alguma coisa. Na verdade, pode até demorar, mas o que a gente precisa aqui é uma obra de qualidade, definitiva, para termos a praia de novo. Segundo ela, as medidas são importantes, não só para o turismo, mas para os próprios moradores. “Nós moramos e vivemos aqui todo dia e queremos a nossa praia bonita como sempre foi”, relatou.

Marlene Celda, líder comunitária em Meaípe.

O deputado federal Ted Conti (PSB) também marcou presença no evento e destacou a importância da atenção que tem sido dada ao problema em Meaípe. “Nós sabemos que temos um problema natural: o aquecimento global que tem aumentado o nível do mar, e provocado esse desastre no Brasil inteiro praticamente. Mas nós temos condições de resolver isso, temos deputado federal, temos subsecretário do turismo, temos o Governo do Estado que realmente está trabalhando e está investindo em obras”, destacou.

Samarco

Maretto informou durante a reunião que o DER-ES vai entrar em contato com a Samarco com objetivo de buscar apoio para resolver a situação. ”É uma empresa importante da região, sempre contribuiu com as necessidades locais. Por isso, a gente está convidando a Samarco para poder participar junto com o Governo do Estado dessa realização. Até porque é bom para ela também, faz parte da melhoria da imagem da empresa”, enfatizou.

Acostamento

De acordo com o diretor geral do DER-ES, será feito um acostamento na região da rodovia 060 que sofreu erosão por conta das ondas fortes. “A gente vai chegar a pista para a direita, no sentido Anchieta, para oferecer um pouco mais de tranquilidade para as pessoas utilizarem a pista, mas de uma maneira provisória. Também queremos baixar a velocidade ali dos veículos, sinalizando o local, para os carros passarem devagar e compreenderem que ali tem um local de desastre. Quando nós fizermos a execução das atividades, vamos recompor o pavimento” informou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Classroom of school

Alunos da rede estadual do ES serão “promovidos” para o próximo ano letivo; não haverá reprovação

A Sedu considera que a implementação e o desenvolvimento das atividades pedagógicas não presenciais durante o período de isolamento social podem ter afetar de modo desigual a aprendizagem dos estudantes

Foto: Divulgação

Vagas abertas no Hospital Estadual de Urgência e Emergência

Entre os benefícios estão assistência médica, odontológica, refeição no local, seguro de vida, vale transporte e alimentação

Anúncio
Anúncio
dupla Alfredo

Cantores de Alfredo Chaves e Iconha são classificados para final de concurso musical

teste-rapido-coronavirus-covid19-1

Número de mortos por Coronavírus em Guarapari chega a 88

A mais recente vítima fatal da doença residia no bairro

Anúncio
maus tratos

Moradora de Guarapari alega que mãe sofreu maus tratos em hospital na Serra

wally capa

Morador de Guarapari, jovem com autismo impressiona por talento artístico

Wally, que mora em Porto Grande, cria obras realistas e sonha em ter a arte como profissão

Anúncio