Anúncio

Dia do Motociclista: confira dicas de segurança e relembre casos que marcaram Guarapari

De acordo com dados da polícia, mais de 60% dos acidentes registrados no município envolvem motociclistas

Por Gislan Vitalino

Publicado em 27 de julho de 2021 às 14:00
Atualizado em 28 de julho de 2021 às 15:26

Anúncio

semana do motociclista
Foto: arquivo.

No dia 27 de julho a Associação Brasileira de Motociclistas (Abram) celebra o Dia Nacional do Motociclista. A data, em memória à data do óbito do mecânico e motociclista Marcus Bernardi em 1974, também presta uma homenagem a todos que, por hobby ou por profissão, pilotam motocicletas.

Em Guarapari, segundo dados levantados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), mais de 25% dos veículos registrados são motocicletas, motonetas ou ciclomotores. No total, 19.966 dos 77.133 veículos do município estão registrados em uma destas três categorias.

Dados levantados pela Seção de Trânsito do 10° Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo (10° BPMES), também apontam que, dos 560 acidentes de trânsito registrados em Guarapari no primeiro semestre de 2021, 341 envolveram motocicletas, motonetas ou veículos ciclomotores, o que equivale a mais de 60% do total de acidentes registrados.

semana do motociclista
Sargento Adriana, lotada na Seção de Trânsito do 10° Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo. Foto: divulgação/ P5 – 10° BPMES.

Para a Sargento Adriana, lotada na seção de Trânsito do 10° BPMES, as especificidades desse tipo de veículo requerem uma atenção ainda maior dos condutores. “A motocicleta não é como um veículo, que tem uma parte metálica que protege o condutor. É difícil ver um acidente de moto que não tenha vítimas. Acidentes envolvendo motos, geralmente têm vítimas”, contou a militar, em entrevista ao FolhaOnline.es.

Para ela, essa realidade faz com que, a prudência e a atenção ao cumprimento das normas de segurança, nesses casos, sejam ainda mais importantes para garantir a segurança do condutor. A roupa adequada, por exemplo, é um fator de extrema importância. “Se a pessoa sofre um acidente ou uma pequena queda está com a vestimenta adequada, as chances dela não se machucar, ou de não se machucar gravemente, são muito maiores”, frisou a sargento, que também lembrou que a não utilização adequada dos equipamentos pode gerar auto de infração e multa. “São observados muitos casos de fraturas expostas, por exemplo, que, com um calçado fechado e adequado, poderiam ser evitados”, destacou.

Ainda segundo os dados levantados pelo 10° BPMES, os bairros com o maior número de acidentes de trânsito registrados em Guarapari, no primeiro semestre de 2021, são: Muquiçaba (68 acidentes), Praia do Morro (49) e Aeroporto (32).

Marcelo Tedesco: de volta ao motociclismo

semana do motociclista
Depois de três meses e oito dias internado, Marcelo Tedesco foi acompanhado por mais de 30 motos de diversos motoclubes o na volta para casa. Foto: divulgação AMG/ arquivo.

Um dos casos de acidentes envolvendo motocicletas na região da Praia do Moro foi o do motociclista, Marcelo Tedesco. No dia 4 de fevereiro de 2020, a caminho do trabalho, Marcelo foi atingido por um veículo que desobedeceu a sinalização de parada obrigatória, lançando o motociclista sobre a calçada.

Ao ser liberado, após mais de três meses internado, Tedesco foi surpreendido ao ser acompanhado por mais de 30 motos, com integrantes de diversos motoclubes, no trajeto de volta para casa. O momento da chegada foi registrado no vídeo abaixo.

Pouco mais de um ano depois do acidente e retornando ao hobby do motociclismo, Marcelo conta que o acidente mudou a forma como encara o trânsito. “Só a gente que já sofreu acidente, sabe o que passou. Eu fiquei 25 dias sem me mexer e 127 dias internado no auge da pandemia, sem ver a família, a esposa, foi uma luta”, frisou Tedesco.

Desde dezembro, Tedesco tem se esforçado para voltar a andar de moto. Antes, só poderia pilotar modelos automáticos, pois uma sequela do acidente não permitia que conseguisse passar as marchas. Mais recentemente, voltou a conseguir andar de motos com embreagem. 

Agora, em todas as oportunidades, o motociclista deixa um alerta aos para que os condutores redobrem os cuidados, principalmente durante o processo de aprendizagem. “A gente fala pros mais jovens, que aprenderam a pilotar agora que não adianta ter uma moto, tem que aprender a pilotar. Uma moto não tem parachoque. O parachoque é você”, destacou.

Thiago Paterlini: após o acidente, mudança de perspectivas

O caso de Thiago Paterlini também mobilizou a cidade de Guarapari. O ex-vereador foi o autor da semana do motociclista de Guarapari, aprovada por unanimidade na Câmara de Guarapari. Em abril de 2020, Paterlini sofreu um acidente de moto na região de Meaípe, ao retornar para casa após um passeio.

semana do motociclista
Quando vereador, Thiago Paterlini instituiu a Semana do Motociclista de Guarapari, na última semana de julho. Foto: divulgação/ arquivo.

Depois do acidente, Thiago conta que passou a valorizar mais o momento presente e que entendeu a importância disso para a segurança da vida dos motociclistas. “A gente vive hoje uma vida acelerada e viver essa ansiedade nos impede de viver o momento presente, o que é crucial para o motociclista. Em qualquer fração de segundo de desatenção, a gente pode sofrer um acidente e as consequências podem ser gravíssimas”, contou Paterlini.

Ele frisa que algumas sinalizações que observa em outros municípios seriam gatilhos importantes para a atenção dos motociclistas. “A gente observa em outras cidades e não vemos isso em Guarapari, que sinalizações no chão podem chamar a atenção. Até sinalizando  locais com índices mais altos de acidentes, para alertar quem está trafegando e até evitar as ocorrências”, afirma.

Tendo passado dias sob cuidados na UTI, Thiago Paterlini demonstra gratidão a Deus e aos que se mobilizaram para ajudar durante sua recuperação. “Hoje eu tenho uma gratidão enorme a Deus, aos que ajudaram na doação de sangue, aos que oraram pela minha melhora e aos profissionais. Se não fosse por Deus, que me protegeu  não só no acidente, como também na UTI, hoje eu não estaria aqui”, lembrou Paterlini.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

vacinacao-2021-09-16-1

Desencontro de informações causa aglomeração em vacinação de adolescentes de Guarapari

Ação de vacinação contra a Covid-19 aconteceu no Complexo Esportivo Maurice Santos, em Muquiçaba

IMG-3566

Economia e PIB capixaba apontam crescimento; Casagrande aposta em novos investimentos no Estado

“São fatos que dão ao Estado a capacidade de continuar atraindo investimentos e ter recursos para fazer outros importantes”, disse o governador

Anúncio

Anúncio

Sempre-tem-supermercado-foto-Antônio Ribeiro

Atacado oferta vagas de emprego em Guarapari

Além das ofertas de vagas em Guarapari, grupo também aceita currículos de moradores do município para vagas na Grande Vitória

exposicao-de-quadros-pmg-2021-09-16-1

Guarapari 130 anos: exposição de quadros ressalta belezas naturais do município

Evento integra celebração dos 130 anos da Emancipação Política do município

Anúncio

IMG_20210910_164037

Liquida Guará: semana de descontos de Guarapari tem apoio do Sicoob Sul Litorâneo

Jovens-1536x1025

Guarapari inicia a 1° Semana das Juventudes

Anúncio