Anúncio

Doações a crianças e adolescentes podem ser feitas através do imposto de renda

Por Aline Couto

Publicado em 27 de março de 2018 às 16:13
Atualizado em 28 de março de 2018 às 08:42

Anúncio

Crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social podem receber doações vindas do imposto de renda. Os valores arrecadados vão para o Fundo Municipal da Criança e Adolescente de Guarapari (FIA) e são distribuídos pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Guarapari (CMDCA), composto pelo poder público e representantes da sociedade civil, e gerido pela Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania de Guarapari (Setac).

O FIA, é de natureza pública onde os recursos são aplicados em ações e projetos de atenção à criança e ao adolescente necessitado e em risco social, tem por sustentação legal o art. 88, inciso IV, do Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA, e é um fundo que não tem autonomia administrativo-financeira (não tem CNPJ), sendo sujeito à supervisão do órgão ao qual seja vinculado.

Como fazer a diferença

Pessoas físicas, de 3 a 6% e jurídicas, 1 a 6%, podem doar ao Fundo, com direito a dedução no Imposto de Renda (Art. 260 do ECA). As empresas privadas e estatais também podem destinar verba para o fundo com abatimento no IR, e, além disso, podem contribuir divulgando, incentivando e orientando a participação dos funcionários de sua empresa.

Para fazer parte do CMDCA, que seleciona os projetos sociais para onde podem ser feitas as doações, a entidade tem que ter no mínimo dois anos de funcionamento, CNPJ, estatuto, ata de reunião com o presidente, certidão negativa, INSS, fundo garantia e toda documentação regularizada. Com essa papelada, atualizada anualmente, a entidade está credenciada para entrar no Conselho.

Atualmente 11 entidades estão cadastradas no Conselho de Guarapari, sendo 7 delas aptas a receberem recursos neste ano. “Entre as outras três entidades, alguma documentação faltou ou não chegou a tempo para regularizar o ano”, explica a membro da CMDCA e presidente da Apae Guarapari, Luciane Cerutti.

De acordo com Luciane, as entidades são obrigadas a prestar contas de tudo que recebem e a forma como este valor está sendo investido. “Tem que provar, senão inviabiliza para uma próxima vez”.

A divisão dos valores doados é feita de acordo com a relevância da instituição. A Apae, por exemplo, recebe uma porcentagem maior por ser um trabalho contínuo e diário, diferente de entidades que oferecem apenas oficinas ou funcionam 3 vezes na semana, relata a presidente da Apae. “Algumas verbas são distribuídas igualmente a todas as entidades participativas do edital, de acordo com a definição do Conselho”.

Para declaração do imposto de renda deste ano, o contribuinte tem até o dia 30 de abril. Se a opção for pela doação, basta destinar para o FIA de Guarapari na finalização do processo. Com o edital aberto, as instituições são convocadas para apresentarem os projetos para participar dos valores arrecadados. Cada entidade apresenta um único projeto com todo o cronograma para a utilização dos valores.

“Somente em 2017, o Conselho arrecadou quase R$ 300 mil de doação através do imposto. Após o edital aberto, a Apae recebeu R$ 70 mil deste valor. Este edital do ano passado foi aberto no início de 2018 e agora que vamos receber este dinheiro. O mesmo acontece com a declaração deste ano que receberemos somente em 2019”, explica Luciane

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

situacao_de_rua_2021-06-23

Situação de Rua: o que pensam organizações de Guarapari que trabalham com essa população

Em Guarapari, parte da população têm notado um aumento de pessoas que encaram essa condição

Capacetes Elmo

Espírito Santo recebe doação de 158 capacetes ELMOs para pacientes com Covid-19

Anúncio

Anúncio

xepa vacina

Governo do Estado cria regras para “xepa” das vacinas nas cidades do ES

Orientação da Sesa é que as doses excedentes sejam utilizadas em quem pertence ao grupo contemplado ou para as pessoas da faixa etária seguinte

procurados-2021-06-23

Polícia Militar divulga 5 criminosos de Guarapari procurados pela Justiça

Caso tenha informações, população pode ajudar a polícia através do Disque-Denúncia (181)

Anúncio

Eco 101 - duplicação

Duplicação: desvio de tráfego em Anchieta para construção do viaduto de acesso a Alfredo Chaves

vacinacao_50-mais-gri2021-06-12

Guarapari realiza novo agendamento para pessoas acima de 40 anos

Anúncio